Para cuidar bem do peludo é preciso estar preparado para identificar os sinais que ele demonstra. Assim como quando está feliz o animal abana o rabo, o cachorro com dor também mostra alguns sinais. Descubra quais são eles e fique atento ao seu animal de estimação! 

cachorro com dor

Cachorro com dor: sinais que você deve observar

Afinal, como saber se o cachorro está com dor? Claro que, no dia a dia, se o tutor observar que o pet está ferido, já pode imaginar que ele está sentindo dor. Contudo, há diversas outras doenças que não são visíveis a olho nu e que também causam esse desconforto no animal. 

Alguns sinais demonstrados pelo cachorro com dor são tão sutis que vão requerer que o tutor esteja atento. Além disso, há também condições especiais, como as com cães idosos, que têm mais problemas articulares, que podem ajudar a identificar o cachorro com dor. Conheça os principais sinais que o cachorro está com dor.

Perda de apetite

Quando você está com dor no estômago, você pode chegar para o médico e informá-lo. Já quando o cachorro sente dor no estômago, ele não pode chegar e avisar para o tutor. Assim, a maneira que pode ser usada para identificar isso é ficando atento aos hábitos do pet.

Caso ele esteja sentindo dor no estômago, intestino ou qualquer órgão do aparelho digestório, é provável que ele recuse o alimento. Animais que costumam comer tudo o que encontram pela frente passam a cheirar e só ingerem algo quando o tutor insiste muito. 

Esse é um sinal de alerta muito importante. Se notar que o seu cachorrinho está recusando a ração ou o petisco favorito, considere levá-lo ao médico-veterinário para ser examinado. 

Coceira frequente na orelha 

Muitos tutores acreditam que o peludo ficar se coçando é normal. Quando essa ação for esporádica, até pode ser um sinal sem importância. Contudo, se ele começar a coçar a orelha com frequência, é um alerta. 

Esse é um dos sinais que o cachorro está com dor de ouvido. Ele começa a coçar, chora quando coça e balança as orelhas a todo momento. Algumas vezes está tão incomodado que pende a cabecinha para o lado. Se notar isso, leve o peludo para ser examinado! 

cachorro com dor

Choro ou grito

Por falar em choro, gritar alto é uma das formas de avisar que está com dor. Contudo, gemido ou choro baixinho também são sinais de cachorro com dor no corpo. No geral, quando ele está sempre chorando é porque está com dor crônica e precisa da sua ajuda rapidamente. 

Agressividade 

O pet é um doce. Companheiro, brincalhão e adora um cafuné. Porém, chega um dia que o tutor vai tentar fazer carinho e leva um “bote”. Esse é um sinal de cachorro com dor! É comum que alguns peludos avancem quando estão se sentindo mal. 

Ao mesmo tempo, outros se desesperam e se aproximam do tutor, mais do que o comum, como se tivessem avisando que algo não está bem. Se você notou essa mudança de comportamento, seja em relação à agressividade ou à aproximação exagerada, saiba que pode ser um sinal de cachorro com dor. 

Deixar de andar ou subir escadas 

Quando o cachorro sente dor nas articulações, ele tende a evitar movimentos que piorem a situação. Por isso, começa a se recusar a subir escadas ou evita subir em camas e sofás, por exemplo.

Além disso, muitos passam a se recusar a passear, pois a movimentação para o cachorro com dor nas articulações faz com que ele piore. Se o tutor notar esses sinais, não deve forçar o peludo a se movimentar.

A melhor alternativa é levá-lo ao médico-veterinário para que seja examinado e receba o tratamento adequado. Esse tipo de mudança de comportamento merece uma atenção ainda mais especial quando o animal tiver mais de sete anos. Cães idosos têm mais chances de ter doenças como artrite. 

Posição ao andar 

O cachorro com dor no corpo também pode alterar a posição ao andar e ficar mais arqueado, por exemplo. Ele também pode claudicar (mancar), ou evitar apoiar uma pata no chão. Essas alterações indicam que o peludo precisa de ajuda. 

Respiração ofegante

A respiração ofegante pode acontecer por inúmeros motivos, e um deles é quando o cachorro sente dor. Esse sinal é muito fácil de ser notado pelo tutor e, mesmo quando não indica dor, pode ser um alerta para outras doenças. Fique atento! 

cachorro com dor

São várias as doenças que causam dor nos peludos e, algumas delas, são silenciosas. É o caso da urolitíase em cães! Descubra o que é, as causas e descubra como evitar