Seu amigo está soltando pelos pela casa? Independentemente da raça ou porte, os cães soltam pelos, principalmente em algumas épocas do ano. Mas como saber se a queda de pelo em cachorro é normal?

queda-de-pelo-em-cachorro

Assim como os humanos perdem fios de cabelo diariamente, os cães passam pelo mesmo processo, com o diferencial de que os pelos estão pelo corpo todo, e não só na cabeça, o que intensifica a sensação de que a queda é em excesso.

É por esse motivo que os veterinários recomendam a escovação diária dos pets, para a retirada desses pelos mortos que acabariam caindo no ambiente. No entanto, algumas doenças também podem ocasionar a queda de pelo em cachorro.

Queda normal de pelo

Os filhotes de cães até os quatro meses possuem uma pelagem mais fina e densa para auxiliar na manutenção de sua temperatura corpórea. Após essa idade, os “pelos de filhote” caem, e os pelos definitivos crescem.

Porém, o ciclo de crescimento desses pelos não é contínuo. Existem três fases distintas e estas têm duração variada conforme idade, sexo, raça e região do corpo do animal em que o pelo se encontra.

Quedas anormais de pelo

Deficiências nutricionais

Uma das primeiras causas de queda de pelo em cachorro que o veterinário irá investigar é a deficiência de algum nutriente essencial para o bom desenvolvimento da pele e dos pelos.

Participam desse desenvolvimento as vitaminas A, B, D e E, selênio, cobre, manganês, iodo, zinco, gorduras e diversos aminoácidos. Se algum desses elementos estiver deficiente, o cão pode apresentar queda de pelos.

Por isso, é importante dar um alimento de boa qualidade para seu amigo. Nada de misturar dois tipos de ração ou ração com alimentos caseiros, a não ser que seja indicado por um veterinário nutricionista, pois isso pode afetar o equilíbrio nutricional dos alimentos.

Ectoparasitas

A presença de ectoparasitas, ou parasitas externos, como pulgas, carrapatos, ácaros e, menos comumente, piolhos, causa a queda de pelo. Esses “bichinhos” indesejados provocam coceira e alergias, afetando o equilíbrio fisiológico da pele e transmitindo doenças.

Para exterminá-los e evitar a queda de pelo em cachorro existem diversos produtos no mercado veterinário. Eles podem ser aplicados na pele do animal, administrados por via oral em forma de comprimidos ou em coleiras de uso prolongado.

Além desses medicamentos, como alguns desses parasitas têm seu ciclo de vida no animal e no ambiente, é preciso que se faça o tratamento ambiental para matar definitivamente esses incômodos bichinhos.

queda-de-pelo-em-cachorro

Fungo e bactéria

Outros habitantes indesejados na pele e pelo dos animais são os fungos e as bactérias. Eles causam feridas e queda de pelo em cachorro, mas são quedas que evidenciam falhas na pelagem, além de vermelhidão da pele, com ou sem coceira.

Neste caso, é preciso realizar o tratamento, que pode ser feito com medicamentos orais ou tópicos, com banhos medicinais ou com uma associação deles. Contudo, somente o veterinário pode prescrever o tratamento para queda de pelo em cachorro correto para cada tipo de infecção.

Reações alérgicas

Embora possa parecer estranho, os cães manifestam reações alérgicas no sistema tegumentar. Alergias a ácaros e outros ectoparasitas, produtos de limpeza, cigarro, incenso, perfumes e alimentos causam muita queda de pelo em cachorro e bastante coceira.

Esse tipo de problema é frustrante para o tutor, pois descobrir a causa é muito trabalhoso e, em alguns casos, as crises são recorrentes. Mas não desista, uma vez que se descobre a quê o pet tem alergia, fica mais fácil tratar e controlar essa enfermidade.

Doenças endócrinas

Muitas das doenças endócrinas caninas causam queda de pelo. A Síndrome de Cushing, ou hiperadrenocorticismo, faz com que os pelos fiquem finos e ralos, e o cão começa a apresentar o abdômen maior e abaulado, tem muita fome, bebe muita água, fica fraco, hipertenso e com dores articulares.

É uma doença grave e que pode levar o animal a óbito se não for tratada a tempo, pois causa alterações em diversos sistemas além do dérmico. Quer saber mais sobre essa enfermidade? Clique aqui.

Outra enfermidade endócrina comum nos cães é o hipotireoidismo. A doença da tireoide também afeta o crescimento dos pelos, então, é uma doença que causa queda de pelo em cachorro. O cão começa a ter problemas de pele recorrentes, engorda e fica mais cansado.

Assim como o Cushing, essa alteração acaba afetando diversos sistemas e também pode levar o cão a óbito se não tratada corretamente. Como as duas doenças se confundem, não é qualquer remédio para queda de pelo em cachorro que vai curá-lo. Não acredite em milagres!

queda-de-pelo-em-cachorro

Conseguiu perceber se a queda de pelo em cachorro é normal e sazonal ou você acha que tem alguma enfermidade perturbando seu amigo? Então, venha para a Seres e surpreenda-se!