O que fazer ao ver o cachorro desmaiando? Essa é uma dúvida comum entre os tutores que já passaram por algo assim. Entretanto, além de saber como proceder, é preciso descobrir a origem do problema. Conheça as possíveis causas e veja como ajudar o seu pet caso isso aconteça.

cãozinho no colo da tutora

Cachorro desmaiando: o que pode ser?

O desmaio em cachorro nada mais é que a perda da consciência. Isso pode ocorrer em diversas situações, como, por exemplo, se o pet bater a cabeça ou sofrer qualquer outro trauma. O tutor também pode ver o cachorro desmaiando pelos seguintes motivos:

  • dor intensa;
  • inalação de fumaça;
  •  desidratação;
  • cardiopatia;
  • coleira muito apertada, impedindo a respiração correta;
  • ingestão de corpo estranho, prejudicando a respiração;
  • hemorragia;
  • doenças neurológicas;
  • hipoglicemia (queda da taxa de açúcar no sangue);
  • anemia intensa;
  • hipotensão;
  • alteração respiratória.

Quais são as raças que desmaiam com mais frequência? 

Além de saber o que leva o cachorro desmaiar, é importante lembrar que algumas raças têm mais chance de passar por isso. É o que acontece com as raças braquicefálicas, com o focinho achatado, como, por exemplo:

  •     Pug;
  •     Buldogue Francês;
  •     Buldogue Inglês;
  •     Shih-Tzu.

Quem tem um pet assim em casa deve ficar atento na hora do passeio. Caso note que a respiração dele está muito rápida ou apresenta ruídos, é melhor parar um pouco.

O cansaço pode fazer com que esses animais tenham um colapso respiratório e desmaiem. Por isso, é importante passear com calma e respeitar os limites do peludo. Além disso, é essencial optar sempre por horários mais frescos para levá-lo para passear, já que cachorro desmaia de calor também. 

Como ajudar um cachorro que desmaiou?

O desmaio de cachorro requer atendimento rápido! Por isso, se você presenciar o cachorro desmaiando, leve-o imediatamente ao médico-veterinário. Afinal, todas as possíveis causas requerem urgência no atendimento. Enquanto você prepara o animal para o transporte, faça o seguinte.

  • Veja se ele está respirando: coloque a mão em frente ao focinho para sentir se o ar sai. Você também pode tentar ver se há movimentação na região torácica, o que indica que há a respiração;
  • Verifique se há batimentos cardíacos: coloque a mão embaixo do braço esquerdo do peludo e veja se tem pulsação. 

Você deve seguir para o hospital em qualquer situação, mas, caso note que o pet não está respirando ou não tem batimento cardíaco, fazer massagem cardíaca pode ajudar. O procedimento é semelhante ao que é feito nas pessoas.

Além disso, deixe as vias aéreas desobstruídas e mantenha o pescoço do pet esticado para facilitar a respiração. Nunca jogue água nem tente fazer nenhum outro procedimento, pois isso pode piorar o quadro.

cachorro desmaiando

Como é feito o diagnóstico de cachorro desmaiando?

O cachorro que desmaia deve ser atendido rapidamente. Dessa forma, é importante que o tutor leve o peludo ao médico-veterinário. Já no local, é possível que o animal receba oxigênio e hidratação. Além disso, é provável que ele seja submetido a diversos exames, como, por exemplo:

  • hemograma;
  • leucograma;
  • radiografia;
  • ultrassonografia;
  • eletrocardiograma;
  • ecocardiograma.

Enquanto o animal é examinado, além de contar em que momento você notou o cachorro desmaiando, é importante relatar o histórico do animal. Foi a primeira vez que o cachorro desmaiou? Ele estava correndo ou teve acesso a alguma substância tóxica? Todas essas informações poderão ajudar a encontrar a origem do problema. 

Como tratar um cachorro que desmaiou?

O tratamento varia muito e vai depender da causa do desmaio. Caso o médico-veterinário tenha definido que o pet desmaiou devido a uma cardiopatia, por exemplo, o animal terá que receber a medicação adequada para tratar a doença do coração. 

Já no caso de desidratação, além da fluidoterapia, será preciso definir o motivo de o animal ter se desidratado e, depois disso, tratar a causa. Por outro lado, se o desmaio tiver sido consequência da exaustão na hora de passear, por exemplo, o tutor vai precisar ter mais cuidado durante os passeios.

Resumidamente, quando notar o cachorro desmaiando, é preciso compreender que as causas e o tratamento são variados, visto que a origem do problema é diversificada. 

cachorro deitado

Assim como acontece quando o tutor nota o cachorro desmaiando, ver o pet ofegante também é sinal de alerta. Veja o que pode ser e o que fazer