O que causa pneumonia em cachorro e qual é o melhor tratamento?

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

Tosse, espirro, nariz escorrendo e dificuldade de respirar? Se o seu pet estiver com esses sinais clínicos, ele pode ter pneumonia em cachorro. Essa doença pode acometer peludinhos de qualquer idade, raça, sexo ou porte. Veja como o tratamento pode ser feito.

pneumonia em cachorro

O que causa pneumonia em cachorro?

Muitas vezes, o que causa pneumonia em cachorro é uma infecção secundária, ou seja, o pet tem uma doença respiratória, e as bactérias oportunistas aproveitam essa debilidade para se instalar no pulmão. Esse é o caso, por exemplo, de peludos acometidos pela tosse dos canis.

Como eles já estão com o sistema imunológico debilitado, as bactérias aproveitam a situação para agir e causar a pneumonia. Além disso, fatores como idade avançada e má alimentação tornam o cão mais susceptível ao desenvolvimento da doença.

Por isso, se o seu cachorro está resfriado, com o sistema imunológico debilitado ou é idoso, é preciso redobrar a atenção. Afinal, ele pode ser acometido por bactérias, vírus e protozoários, desenvolvendo um quadro mais grave.

Quando desconfiar de pneumonia em cachorro?

Os primeiros sintomas de pneumonia em cachorro podem se assemelhar a um resfriado comum, como espirros e tosse. Contudo, com a evolução do quadro, o animal pode apresentar sinais como:

  • Dificuldade de respirar;
  • Tosse;
  • Espirros;
  • Corrimentos nasais e oculares;
  • Febre (acima de 40ºC);
  • Desidratação;
  • Perda de apetite;
  • Latidos roucos;
  • Vômito,
  • Boca e língua com tom azulado.

Como ocorre o diagnóstico de pneumonia nos peludos?

Ao levar o animal ao médico-veterinário, o profissional irá perguntar sobre o histórico do paciente, além de auscultar o pulmão e aferir a temperatura. No geral, com o exame físico, é possível suspeitar de um quadro de cachorro com pneumonia.

No entanto, na maioria das vezes, o médico-veterinário solicita testes complementares, que permitem uma melhor avaliação da saúde do pet. Os exames de sangue, por exemplo, ajudam a determinar se o pet foi afetado por um vírus ou uma bactéria. Além disso, eles permitem que o profissional avalie se o pet está com anemia.

Afinal, se o organismo dele não está recebendo todos os nutrientes que precisa, fica mais difícil reagir à infecção. Nesses casos, a suplementação nutricional pode ser necessária.

Além do exame de sangue, é comum que a radiografia seja feita. Ela permite que o pulmão do peludinho seja avaliado. Isso é importante tanto para confirmar o diagnóstico como para estabelecer como tratar pneumonia em cachorro da melhor maneira.

pneumonia em cachorro

Como tratar a pneumonia em cachorro?

A antibioticoterapia é usada em praticamente todos os casos. Para isso, o médico-veterinário irá prescrever um antibiótico para pneumonia em cães de amplo espectro, que deverá ser administrado em casa, pelo tutor.

Além do antibiótico, é possível que ele indique outro remédio para pneumonia em cachorro. Isso varia de acordo com o quadro apresentado, os sinais clínicos e o agente da pneumonia. Entre os medicamentos usados estão:

  • Anti-inflamatórios;
  • Diuréticos;
  • Expectorantes;
  • Antitérmicos,
  • Polivitamínicos.

Em casos mais graves, a internação do cachorro pode ser necessária, para que ele receba um cuidado intensivo. É comum que a oxigenação seja realizada, com o uso de sonda, máscara ou até intubação.

Para evitar que isso aconteça, é muito importante que o tutor leve o animal para ser examinado, assim que perceber qualquer sinal clínico. Quanto antes o remédio para pneumonia em cachorro for administrado, maiores serão as chances de cura.

O que é pneumonia aspirativa em cães?

Além da pneumonia em cachorro, causada por micro-organismos, existe a chamada pneumonia aspirativa. Ela acontece quando o conteúdo alimentar vai para os pulmões. Isso pode ocorrer quando o pet vomita ou regurgita.

Geralmente, esse problema é causado por alguma doença, como, por exemplo, paralisias da laringe/faringe ou do megaesôfago. Uma vez que o conteúdo estranho chega ao pulmão, ele causa irritação e proporciona o aparecimento de infecções secundárias. Nesses casos, os animais apresentam sinais como:

  • Respiração acelerada;
  • Coloração azulada da língua;
  • Dificuldade em engolir;
  • Tosse;
  • Febre;
  • Secreção das vias nasais,
  • Dificuldade de respirar.

Para identificar o problema, é preciso submeter o animal a uma radiografia do tórax. Quando a pneumologia aspirativa é diagnosticada, a maneira de como curar pneumonia em cachorro pode mudar um pouco.

Isso acontece porque, além do tratamento já descrito, será preciso corrigir o problema que está levando o animal a aspirar os alimentos. Isso deve ser feito o quanto antes, visto que a complicação é potencialmente fatal.

pneumonia em cachorro

Embora a tosse seja um sinal de pneumonia em cachorro, tanto infecciosa, como aspirativa, esse sintoma pode acontecer em outras doenças. Quer saber quais? Confira nosso artigo!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Dente de cachorro caindo: saiba se é normal

Dente de cachorro caindo: saiba se é normal

#cachorro
14 novembro 2022

Todo tutor adora ver seu bichinho feliz e saudável, por isso, brinca e oferece brinquedos para ele se divertir. Durante […]

Continuar lendo
É possível identificar fezes de cachorro com giárdia?

É possível identificar fezes de cachorro com giárdia?

#cachorro
08 novembro 2022

A giardíase, ou seja, a infecção do seu peludinho por um protozoário unicelular, pode alterar o sistema digestório, causando gases, […]

Continuar lendo
Doenças cardíacas em cães: saiba como identificar

Doenças cardíacas em cães: saiba como identificar

#cachorro
27 outubro 2022

Assim como nos seres humanos, as doenças cardíacas em cães também são patologias frequentes, geralmente associadas à idade mais avançada. […]

Continuar lendo
Seu cachorro não bebe água? Isso não é um bom hábito!

Seu cachorro não bebe água? Isso não é um bom hábito!

#cachorro
26 outubro 2022

A água é a substância mais abundante no corpo dos animais. Se seu cachorro não bebe água, você deve descobrir […]

Continuar lendo
Dentista-veterinário: saiba mais sobre essa especialidade

Dentista-veterinário: saiba mais sobre essa especialidade

#cachorro
25 outubro 2022

A medicina veterinária vem crescendo a cada dia. É comum nos depararmos com novos produtos, tratamentos e até mesmo doenças […]

Continuar lendo
Conheça como vive um cachorro deficiente

Conheça como vive um cachorro deficiente

#cachorro
24 outubro 2022

Os animais, assim como os seres humanos, podem sofrer acidentes, ser diagnosticados com doenças de difícil tratamento ou nascer com […]

Continuar lendo
Conheça algumas causas de cachorro cansado

Conheça algumas causas de cachorro cansado

#cachorro
23 outubro 2022

Após longos passeios, corridas e brincadeiras no quintal, ou seja, após um alto gasto energético, é normal ver o pet […]

Continuar lendo
Como saber se o cachorro está ficando cego e como ajudá-lo

Como saber se o cachorro está ficando cego e como ajudá-lo

#cachorro
06 outubro 2022

Apesar de o olfato ser o sentido mais aguçado e importante para o cão, isso não quer dizer que se […]

Continuar lendo
Ferida na orelha do cachorro: devo me preocupar?

Ferida na orelha do cachorro: devo me preocupar?

#cachorro
03 outubro 2022

Umas das partes do corpo do nosso pet que chama mais atenção são as orelhas. Cada raça possui um formato […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.