Percebeu o cachorro com tosse? Embora, muitas vezes, as pessoas acreditem que isso indica que o pet está resfriado, há outras possíveis causas. Até mesmo a doença do coração ocasiona essa manifestação clínica. Por isso, veja as possíveis razões e descubra o que fazer para ajudar o seu peludinho!

cachorro idoso deitado na grama

O que pode causar o cachorro com tosse?

Você sabe o que pode ser tosse em cachorro? Trata-se de uma forma de defesa do corpo do animal que, na maioria das vezes, indica que algo não vai bem. Em alguns casos, ela acontece para remover ou expulsar algo do organismo do animal. Assim, ela pode ser consequência de um engasgo ou da presença de corpo estranho, por exemplo.

Muitas vezes, ela se apresenta de forma limitante. Nesses casos, o pet tosse uma ou duas vezes e não volta a tossir mais. Contudo, em outros quadros clínicos, a tosse em cachorro se torna persistente. Nessa circunstância, ela requer mais atenção do tutor. 

Por exemplo, o cachorro com tosse seca persistente pode ter um sinal clínico de uma doença do coração. Por fim, a tosse também pode se manifestar como consequência de alguma alteração no sistema respiratório.

Tipos de tosse em cachorro

Há vários tipos de tosses de cachorro e cada um deles pode sugerir a presença de algumas doenças. Por isso, o diagnóstico é definido apenas após exames físicos e laboratoriais adequados, como, por exemplo, imagem RX de tórax e ecocardiograma. Entre os tipos ou causas de tosse, as mais frequentes são:

  • tosse aguda, que pode indicar faringite, traqueobronquite, bronquite aguda, pleurite;
  • tosse crônica, que pode sugerir doença cardíaca, verminose, aumento do tamanho do coração, problema respiratório crônico, bronquite crônica;
  • tosse semelhante a grasnido, que sugere colapso de traqueia ou brônquio;  
  • tosse após comer, que sugere corpos estranhos no esôfago, no megaesôfago ou em falsa via (alimento na traqueia).

Como saber o que está deixando o cachorro com tosse?

Quando o tutor nota o cachorro com pigarro ou tossindo uma vez e isso não volta a acontecer, provavelmente não é nada grave. O pet pode ter simplesmente engasgado e logo fica bem.

Contudo, se a pessoa notar o cachorro tossindo e tentando vomitar ou tendo tosse persistente, é hora de levar o pet ao médico-veterinário. O profissional pode avaliar o animal e solicitar exames específicos ou determinar o diagnóstico. 

Dessa forma, é possível prescrever o remédio para tosse de cachorro mais eficiente e orientar o tutor sobre o tratamento adequado.

Qual o melhor remédio para tosse de cachorro?

Todo tutor que vê o cachorro com tosse logo quer encontrar um medicamento que resolva o problema. Contudo, não existe um remédio para tosse de cachorro considerado melhor. Tudo vai depender daquilo que está levando o pet a tossir.

Se o quadro tiver origem respiratória, é preciso identificar a doença que está originando-o. Na maioria dos casos, o médico-veterinário pode prescrever anti-inflamatório e antibiótico, por exemplo. Muitas vezes, essas doenças são tratáveis e, quando se segue corretamente a prescrição, a cura é atingida em alguns dias. Contudo, sempre há exceções.

cachorro doente deitado

Se a tosse for causada pela presença de um tumor, por exemplo, o tratamento pode ser mais longo, nem sempre com um bom prognóstico. Já quando há a presença de um corpo estranho, muitas vezes, o animal precisa ser sedado e/ou anestesiado para a remoção.

Quando o cachorro com tosse é diagnosticado com um problema cardíaco, o tratamento tende a prolongar-se por toda a vida dele. O animal quase sempre precisa receber uma medicação diária para controlar a pressão sanguínea, bem como ajudar o coração a funcionar de forma mais eficiente.

No geral, esse tipo de doença é mais frequente em animais idosos e exige o acompanhamento contínuo do peludo. Quanto antes o tratamento correto for iniciado, mais qualidade e tempo de vida o peludo terá.  

Dicas para evitar que o cachorro fique tossindo

Embora nem sempre seja possível evitar ver o cachorro tossindo, há algumas dicas que ajudam o peludinho a se manter saudável, ou seja, evitam doenças. Entre elas, por exemplo:

  • garanta que a vermifugação dele está em dia para evitar a tosse causada por verminose;
  • vacine seu pet de acordo com o protocolo de médico-veterinário e o proteja da tosse dos canis (doença infecciosa);
  • cuide da alimentação do cachorro para ele receber todos os nutrientes necessários e ter o sistema imunológico preparado para combater qualquer agente infeccioso;
  • passeie com o animal de estimação para melhorar o condicionamento físico dele e evitar a obesidade (pets obesos têm maiores chances de desenvolverem uma cardiopatia);
  • Leve-o para um check-up anual ou semestral para avaliá-lo e diagnosticar qualquer possível doença quanto antes.

cachorro doente

Além da tosse, há outros sinais que sugerem que o peludo está doente. Você sabe quais são eles? Descubra!