A infecção urinária em cachorro é uma doença que acomete o trato urinário. Muitas vezes, ela é assintomática, mas seu cãozinho pode dar alguns sinais de que algo não está bem com a saúde dele.

cachorro doente

Por isso, preparamos um conteúdo exclusivo sobre o tema, explicando as principais causas da infecção urinária em cachorro, formas de prevenir e mais uma série de informações importantes. Confira a seguir.

Entendendo a infecção urinária em cachorro

Geralmente, o que causa a infecção urinária em cachorro são as bactérias. Quando tenta adentrar o trato urinário, um microrganismo invasor costuma ser rapidamente combatido pelo sistema imunológico do animal.

Também conhecida como infecção do trato urinário (ITU), ela pode ocorrer em qualquer cão, mas é mais comum em cadelas. Em alguns casos, a infecção urinária pode causar a formação de cálculos na bexiga, que dificultam o tratamento. 

Já animais em idade avançada e/ou portadores de doenças como diabetes mellitus e inflamação da próstata correm riscos mais elevados de desenvolvimento da doença.

Origem das bactérias

A infecção urinária no cachorro pode ocorrer quando há alterações no pH, anatômicas ou funcionais. Assim, as bactérias presentes na pele ou no intestino do animal chegam ao trato urinário

As bactérias mais comumente isoladas nesses casos são: 

  • Escherichia coli (a mais comum em cachorra com infecção urinária);
  • Proteus mirabilis
  • Klebsiella pneumoniae;
  • Pseudomonas aeruginosa
  • Enterobacter spp.
  • Streptococcus spp.;
  • Staphylococcus spp.
  • Enterococcus spp. 

Também podemos ter infecção urinária em cachorro causada por fungos. Um dos exemplos mais comuns é a Candida albicans

Como identificar que tem algo errado com o cachorro?

Os principais sintomas de infecção urinária em cachorros, como dores ou indícios de que algo pode estar errado no organismo dos peludos (por exemplo, alteração na coloração da urina), demoram a aparecer. A infecção urinária em cachorro se desenvolve de forma silenciosa, o que leva o animal a sofrer com quadros mais graves, que podem trazer prejuízos ao funcionamento renal dele.

Porém, mesmo não apresentando sintomas iniciais, o avanço da infecção urinária em cachorros pode fazer o peludo apresentar alguns sinais, como:

  • aumento na frequência do urinária;
  • alteração na coloração da urina;
  • dor ao urinar;
  • urinar em local inapropriado;
  • presença de sangue no xixi (hematúria);
  • febre;
  • prostração;
  • perda de apetite
  • lambedura das partes íntimas.

Por isso, caso note qualquer alteração na urina e no ato de urinar do seu cão, leve-o ao médico veterinário. Assim, com a ajuda de exames complementares como: ultrassonografia, exames de sangue e de urina, inclusive com cultura e antibiograma de urina, é possível descobrir qual patologia está lesionando o sistema urinário e qual tratamento mais indicado. 

cachorro em pé

Como é feito o diagnóstico da doença

O diagnóstico da infecção de urina em cachorro ocorre pela anamnese sobre os sintomas de infecção urinária em cachorro que o tutor notou. Além disso, há o exame físico para avaliar se o pet está com febre, dor ou outra alteração no organismo. Podem ser solicitados os seguintes exames:

  • urinálise;
  • urocultura (cultura e antibiograma);
  • radiografia (para pesquisa de cálculos);
  • ultrassonografia abdominal;
  • hemograma;
  • leucograma,
  • bioquímico sérico. 

O ideal é sempre realizar a cultura com antibiograma da urina do pet, principalmente nos casos de infecções recorrentes. Isso ajuda a identificar o antibiótico mais adequado para o cachorro com infecção urinária de causa bacteriana. 

Tratamento da infecção urinária

Se você está se perguntando “como tratar infecções urinárias em cachorros”, na maioria dos casos, o tratamento acontece pela administração de antimicrobianos de amplo espectro. No caso da presença de fungos, um antifúngico pode ser prescrito. 

Há casos em que a infecção urinária decorre de pedra no rim (cálculo renal). Elas podem causar lesões no trato urinário, bem como obstruções, principalmente em machos, e a mudança de ração poderá ser indicada, assim como  o uso de suplementos para correção do pH urinário (caso haja a indicação), analgésicos e/ou anti-inflamatórios.

Assim, além de realizar o tratamento com a desobstrução por sonda ou, dependendo do caso, cirurgia, é preciso evitar a formação de novos cálculos. Isso muitas vezes é feito por meio da alteração da alimentação e de alguns hábitos do seu pet. 

Prevenção

Para evitar a infecção urinária em cães, as recomendações do especialista são: 

  • estimular o pet a beber bastante água, adicionar mais de um pote de água em casa e se possível fontes com água própria para Pets; 
  • manter a higiene adequada do animal, com banhos regulares;
  • estimular o cachorro a não reter urina (principalmente os pets que só urinam em determinados ambientes);
  • controlar a sua dieta conforme a orientação veterinária.

Agora que você aprendeu mais sobre infecção urinária em cachorro, não deixe de conferir nossos outros conteúdos. Assim, você consegue ficar atento a possíveis sinais que seu melhor amigo dê de que a saúde dele não está muito boa. 

infeccao-urinaria-em-cachorro

Caso seu peludo apresente sinais de que algo não anda bem, visite um dos centros veterinários Seres. Contamos com um time de profissionais altamente qualificados que cuidará com muito carinho e atenção do seu pet.