Muitas vezes, a cegueira em  cachorro é vista como algo comum pelo tutor. Devido à idade avançada, muitos acham que é inevitável o bichinho parar de enxergar, mas não é bem assim. Há muitas doenças que podem levar o animal a ficar cego, mas podem ser evitadas e tratadas. Conheça algumas delas! 

cegueira em cachorro

Quando desconfiar de cegueira em cachorro?

O seu peludo começou a esbarrar pela casa, bater a cabeça em móveis ou até evitar se movimentar? Tudo isso pode ser consequência da cegueira em cães Com a visão comprometida, o animal não consegue se locomover como antes. 

Se o tutor deslocar um móvel ou o potinho de comida dele, a situação pode ficar ainda mais complicada. O problema é que todas essas alterações, às vezes, acontecem aos poucos, mas também há a cegueira repentina em cachorro.

Isso varia muito com a causa da cegueira canina, a evolução da doença e a idade do pet. Por falar em idade, se seu peludo for velhinho, as chances de ele desenvolver doenças oftalmológicas aumentam. 

Contudo, mesmo os filhotinhos podem ter doenças oculares, que podem levar à cegueira se não forem tratadas. Por isso, é preciso ter atenção e, caso haja qualquer alteração de comportamento, leve-o ao médico-veterinário.

Cegueira em cachorro, o que pode ser?

Notou o cachorro ficando cego? Saiba que há vários motivos para isso acontecer, desde um trauma ocular até outras doenças. Por isso, para descobrir o que ele tem, é preciso consultar o médico-veterinário. 

O profissional vai fazer o exame físico e, possivelmente, alguns testes com o uso de aparelhos e colírios especiais para determinar o que causa cegueira em cachorro. Entre as doenças que podem prejudicar a visão do animal, estão:

  • Glaucoma;
  • Catarata;
  • Uveíte;
  • Lesões na córnea;
  • Doenças da retina;
  • Ceratoconjuntivite seca (olho seco);
  • Traumas;
  • Doenças sistêmicas, como hipertensão arterial, diabetes e até as doenças transmitidas por carrapatos.

Alguns quadros de cegueira em cachorro têm cura, enquanto outros são definitivos. Conheça um pouco mais sobre as principais doenças que causam cegueira em cachorro.

Catarata em cães

Provavelmente, você já ouviu falar ou conhece alguém que tem catarata, não é? Da mesma forma que acontece em humanos, a catarata em cães é caracterizada pela opacificação do cristalino.

Animais de qualquer tamanho, raça e idade podem ser acometidos. Porém, há uma incidência maior em algumas raças, como cocker spaniel e poodle. O tratamento varia com o estágio da catarata, e a cirurgia pode ser uma das principais soluções. Nesse caso, o problema do cachorro cego tem cura.

cegueira em cachorro

Glaucoma em cães

É causado por uma série de alterações que levam ao aumento da pressão intraocular e, se não for tratado, pode ocasionar cegueira canina. Entre os principais sintomas, estão aumento na produção lacrimal e alteração de comportamento. 

Devido à dor, o cachorro começa a passar os membros locomotores nos olhos, mostrando que há algo errado. 

Embora a doença seja séria e grave, se o tutor levar o pet para ser examinado assim que notar as alterações, é possível evitar a cegueira canina. Há colírios que diminuem a pressão nos olhos e controlam a doença.

Descolamento de retina em cães

O descolamento da retina pode acontecer como consequência de outras doenças, como hipertensão as infecciosas, e até por fatores genéticos. É possível observar sinais como o dilatamento da pupila e uma área hemorrágica nos olhos.

Embora o descolamento de retina possa acometer qualquer animal, é mais frequente em pets das raças bichon frisé, shih tzu, poodle miniatura e labrador retriever.

Prevenção da cegueira em cães

Como evitar cegueira em cachorro? Conservar o local em que o pet vive bem higienizado é essencial para ele continuar saudável. Também é preciso levar o pet regularmente ao veterinário e realizar o controle de carrapatos e a vacinação. 

Vale ressaltar que a doença do carrapato pode levar a problemas oculares e, em casos mais graves, à cegueira canina.

Já a vacinação impede que o animal seja acometido pela cinomose. Essa doença viral, que é muitas vezes fatal, tem a afecção ocular como um dos sinais clínicos. Quando não tratada, ela pode prejudicar a visão do pet.

Embora essas ações ajudem a diminuir os riscos, é fato que o quadro de cegueira em cães, na maioria dos casos, está ligado à idade avançada, bem como à hereditariedade. Por isso, o tutor deve ficar atento ao animal idoso e levá-lo ao médico-veterinário para dois check-ups ao ano.

cegueira em cachorro

Afinal, embora existam doenças que causam cegueira em cachorro, também há outros problemas oftálmicos. Dentre eles, o olho seco em cães. Conheça