Os peludos podem ser acometidos por diversas doenças oftálmicas, e algumas delas podem deixar o cachorro com olho inchado. Muitas vezes, elas causam dor e podem até deixar o pet com a visão comprometida. Saiba mais sobre essas enfermidades e seus tratamentos.

cachorro com olho saltado

Cachorro com olho inchado: o que pode ser?

Meu cachorro está com olho inchado, o que ele tem?” — esse é um questionamento frequente de muitos tutores. Angustiados, eles querem ter uma resposta rápida para a pergunta e saber logo como curar o peludo.

Porém, na prática, a situação é um pouquinho diferente. Assim como acontece com as pessoas, os animais podem ser acometidos por uma grande variedade de doenças que podem deixar o cachorro com olho inchado.

O médico-veterinário, a exemplo do que faz o oftalmologista humano, examinará o paciente e pedirá ou não exames para fechar o diagnóstico e definir o melhor tratamento. Conheça algumas das possíveis causas de cachorro com olho inchado e veja como poderá ser a recuperação do pet.

Hordéolo

Hordéolo, que é popularmente chamado de terçol, pode deixar o cachorro com olho inchado. Trata-se de uma inflamação, com infecção e abscesso que pode acometer os seguintes pontos, pertos dos cílios:

  • Glândulas de Zeis ou de Moll (hordéolo interno),
  • Glândulas tarsais (hordéolo externo).

O animal fica com dor quando algo ou alguém encosta no olho inchado. Além disso, é possível ver que o peludo fica com a conjuntiva vermelha (hiperêmica).

Caso você note que o seu cão está assim, é preciso levá-lo ao médico-veterinário. Ele possivelmente sedará o animal para drenar o abscesso. Poderá também indicar o uso de compressas mornas e de antibiótico de uso local. Tudo dependerá da avaliação feita pelo médico-veterinário.

cachorro de olho grande

Calázio

Também é uma doença que deixa o cachorro com olho remelando e inchado devido à inflação de uma glândula sebácea. Dessa vez, as regiões acometidas são chamadas de tarsais. Embora possa acontecer em animais de qualquer idade, é mais comum em peludos jovens.

O tutor nota o olho do cachorro inchado com mais facilidade do que no caso do hordéolo, que tende a ser mais discreto. Ao examiná-lo, o médico-veterinário encontrará uma massa amarelo-acinzentada. Ela é firme, mas, quando palpada, não causa dor.

Essa é uma grande diferença entre o calázio e o hordéolo, que tem como uma das suas características a dor à palpação. Uma vez que o calázio seja diagnosticado, é possível que o médico-veterinário realize a curetagem.

Depois disso, o pet precisará ser tratado com anti-inflamatórios e antibióticos tópicos por um período que varia de sete a dez dias. O prognóstico é bom e, uma vez tratado, o pet volta a sua rotina normal.

Lesão ou trauma

O inchaço no olho do cachorro também pode ser resultante de trauma ou lesão. Se ele tem acesso à rua, pode ter sido atropelado e agredido por alguém, por exemplo. Já se estava sozinho em casa, pode ter tentado subir em algum lugar ou derrubado algo em cima dele.

Seja como for, os traumas são frequentes, principalmente, em animais que têm acesso à rua sem acompanhamento do tutor. Nesses casos, é comum que, além de notar o inchaço no olho do cachorro, seja possível ver outros ferimentos e perceber que o animal tem dor.

Por isso, é muito importante que ele seja levado ao médico-veterinário rapidamente, para que a causa do problema seja descoberta. O tratamento varia de acordo com a lesão causada.

Há casos nos quais a cirurgia se faz necessária. Em outros, a administração tópica e/ou sistêmica de anti-inflamatórios e antibióticos já resolve o problema. Se o quadro for de urgência, leve o pet imediatamente para ser atendido.  

Glaucoma

O cachorro com olho inchado e coçando também pode ter glaucoma. A doença é consequência do aumento da pressão intraocular e é mais frequente em animais das seguintes raças:

  • Basset Hound;
  • Beagle;
  • Cocker Spaniel,
  • Poodle.

A dor faz o pet esfregar a pata nos olhos com maior frequência, o que acaba sendo confundido com coceira. Além disso, o animal tende a ficar com os olhos fechados e a córnea azulada. 

cachorro com olho inchado

O tratamento da glaucoma é feito com colírio para diminuir a pressão ocular. Quando não tratado, o quadro pode evoluir para a cegueira. Além do glaucoma, há outras causas de cegueira em cães. Conheça algumas delas