Um hamster estressado pode ser comum por, originalmente, a espécie ser presa na natureza e ter vários predadores. Portanto, algumas vezes, ele pode estar estressado por estar em estado de alerta, contudo, também há outros.

Hamster.

Como os hamsters ocupam pouco espaço e exigem cuidados simples, parece fácil ter um deles, mas esses dentucinhos precisam da sua atenção para identificar traços no comportamento que demonstrem seu bem-estar. 

Por serem presas, são vulneráveis ao estresse e exigem um tutor consciente, que crie um ambiente positivo onde eles se sintam seguros. Acompanhe-nos em algumas dicas de como cuidar de um hamster, identificando os sinais de estresse e ajudando o pet a ter uma vida plena!

Por que seu dentucinho está nervoso e estressado?

Os motivos podem ser variados, relacionados à personalidade do hamster, ao seu ambiente e aos cuidados que o tutor dá. Cada indivíduo tem sua personalidade, e é importante conhecer o normal do seu animalzinho.

Um hamster pode se assustar e estressar com quaisquer movimentos bruscos, estímulos diferentes ou ruídos altos, pois ele os interpreta como uma ameaça à sua vida! Isso pode acontecer durante o manuseio, se você tentar pegá-lo rapidamente.

A sensação de ser levantado é a mesma de quando o predador o pega, por isso, se você não o habituou a esse manuseio desde pequeno, fica mais difícil fazê-lo compreender que isso é um sinal de carinho.

Acostumar seu animalzinho ao ritmo da casa, a outros pets ou a visitantes constantes é um passo importante para que entendam que não há perigo ou ameaça e considerem a casa um local seguro.

Estudos indicam que um estilo de vida sedentário e sem estímulo mental é a –principal causa de um hamster estressado. Nesse ponto, os dentucinhos são muito parecidos com os seres humanos, não?

Como são animais naturalmente limpos, se a gaiola não estiver higienizada, isso pode deixá-los estressados. Aliado a isso, se houver uma dieta inadequada, poderemos presenciar um hamster nervoso, hiperativo, deprimido ou estressado.

Não se esqueça de que um hamster doente pode sentir dor, e isso gerará alterações comportamentais. Se você notar algo diferente ou alarmante no comportamento ou aparência do seu bichinho, recomendamos visitar o veterinário.

Hamster em pé.

Como reconhecer o estresse no hamster?

Por ser um indivíduo único, seu hamster pode demonstrar estresse de modo diferente. Reconhecer as alterações no início vai te permitir agir e corrigir os motivos do estresse. Conheça algumas alterações:

Mudanças comportamentais

O estresse em hamsters pode causar mudanças em seu comportamento habitual. Um roedor estressado pode se tornar mais agressivo, tímido, ansioso, triste ou medroso do que o normal. É por isso que enfatizamos a familiarização com a personalidade do seu hamster para detectar quaisquer alterações.

Todo comportamento do hamster precisa ocorrer em ambiente enriquecido, exercitando suas habilidades físicas, cognitivas, emocionais e sociais. Se o ambiente for pouco estimulante, ele vai aliviar o estresse de outras formas por hábitos incomuns, como morder a gaiola.

Outro hábito incomum seria o comportamento compulsivo. Na maioria dos animais, essa é uma válvula de escape ao estresse. Exemplos: coçar ou roer incessantemente, girar várias vezes e limpar muito o próprio corpo. Em casos extremos, pode levar à automutilação, resultando em um hamster mais vulnerável a infecções.

Outra demonstração é a hiperatividade, mesmo na gaiola, correndo rapidamente na roda e tentando escalar de uma forma mais nervosa do que o normal. Estes são sinais claros de estresse e tensão que o dentucinho vai tentar liberar.

Agressividade

O estresse é uma das principais causas de agressividade. Um hamster estressado já é mais reativo do que o normal. Perceba se ele mostra os dentes, move as orelhas para trás ou emite grunhidos: isso é uma preparação para o ataque. 

Perda de pelo

Hamsters com estresse crônico podem apresentar alterações de pele. Um hamster estressado pode começar a perder pelo ou este ficar mais oleoso. Alguns roedores até arrancam o próprio pelo (alopecia) por meio de arranhões.

Salivação excessiva

Estresse, medo, ansiedade e nervosismo interferem na produção de saliva devido à ação hormonal. Um hamster estressado pode sofrer de salivação excessiva como resposta física à tensão corporal.

Ruídos de hamster

Hamsters geralmente são animais silenciosos e/ou muito quietos. No entanto, quando estressados, eles emitem ruídos próprios, como bufos, quando estão com medo. Quando ameaçados, emitem grunhidos;  quando nervosos, podem emitir gritos e guinchos que normalmente são muito raros nesses roedores.

Como acalmar um hamster nervoso

Tente seguir essas dicas para prevenir ou acalmar o hamster estressado: evite confrontar seu animalzinho e lhe dê espaço e tempo para se acalmar e se sentir seguro. Caso ele insista nesse comportamento, converse com seu veterinário sobre isso e veja como acalmar um hamster.

Enriqueça o ambiente e forneça sempre ao seu hamster os cuidados básicos e a medicina preventiva para que ele mantenha um temperamento equilibrado.

Hamster perto da câmera.

Aqui, na Seres, nós temos a paixão pela veterinária e o conhecimento técnico para te ajudar a ter uma convivência positiva com seu animalzinho! Esperamos pela sua visita!