Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

Os gatos são muito higiênicos e escondem as fezes depois de usarem a caixinha. Por isso, muitas vezes, o tutor demora a identificar o gato com diarreia. O problema é que quanto mais tempo se leva para começar a tratar o pet, pior a saúde do bichano fica. Veja o que fazer!

gato recusando petisco

Sinais de gato com diarreia

Seu bichano faz xixi e cocô na caixinha ou na areia do quintal? Quem tem pet acostumado a defecar na caixa de areia pode perceber a alteração na consistência do cocô do gato com mais facilidade.

Além de observar as fezes na hora de limpar, é preciso olhar se as bordas da caixinha não estão sujas. Muitas vezes, isso indica que o bichano está com problema intestinal. Afinal, as fezes dos gatos, quando estão normais, precisam ser consistentes e firmes. No geral, têm cor marrom.

Tudo isso pode ser visto com mais facilidade na caixinha de areia. No entanto, se o seu bichano faz as necessidades direto na terra do quintal ou do jardim, é preciso estar sempre atento a pequenos detalhes que podem indicar um caso de diarreia em gatos, como:

  • alteração no odor das fezes;
  • presença de respingos de fezes presos ao pelo;
  • uso da caixinha mais vezes que o normal;
  • vermelhidão perto do ânus e lambidas excessivas para a higienização.

Se o seu animal apresentar uma dessas alterações, é preciso ficar atento, pois pode ser um caso de gato com diarreia. No entanto, além dessas mudanças sutis, é possível que o tutor note outros sinais clínicos, como:

  • inapetência (o pet chega a parar de comer);
  • vômito;
  • prostração;
  • abdômen distendido (barriga inchada).

Esses sinais de gato com diarreia podem estar presentes ou não, pois variam de acordo com a causa do problema. Se o tutor perceber qualquer um deles ou simplesmente identificar que o bichano está com alteração nas fezes, deve levá-lo ao médico-veterinário.

Gato com diarreia: possíveis causas

Há várias doenças que podem causar diarreia em gatos. Além disso, a simples troca de ração feita de forma brusca ou o oferecimento de um alimento diferente para o animal pode levá-lo a ter esse problema intestinal.

As enterites são inflamações da mucosa intestinal e causam diarreia. Podem ser provocadas por infecção intestinal em gato, vírus, protozoários, Doença Inflamatória Intestinal, plantas, corpos estranhos e medicamentos. As enterites mais comuns são:

gato deitado no chão

Panleucopenia

Doença viral muito parecida com a parvovirose canina. Acomete principalmente filhotes não vacinados ou que não foram adequadamente vacinados. A transmissão é pelo contato com o vírus no ambiente, excreções e secreções, alimento ou água contaminados.

Parasitas intestinais

Parasitas intestinais são grandes causadores de diarreia em animais e seres humanos. A transmissão é por contato com alimentos, água e fezes contaminadas. O tratamento requer cuidados com o pet e o ambiente.

Envenenamento

A ingestão de venenos ou plantas tóxicas pode deixar o gato com diarreia. Nesse caso, o atendimento veterinário deve ser feito o mais rápido possível, pois alguns venenos são letais para os gatos.

Complicações secundárias de Fiv e Felv

Fiv e Felv são doenças virais muito graves nos felinos. Causam diversos sintomas, sendo a diarreia muito comum. Se esse for o caso do bichano, procure atendimento e acompanhamento veterinário.

Linfoma alimentar

O linfoma alimentar é a forma mais comum de linfoma nos gatos. Acomete mais os animais idosos, mas os gatinhos Felv positivos podem ter a doença mais cedo, entre os quatro e seis anos.

Doença Inflamatória Intestinal

A Doença Inflamatória Intestinal, como o nome diz, é uma inflamação no intestino que deixa o gato vomitando e com diarreia. É muito parecida com o linfoma alimentar, além do tratamento também ser parecido. 

O que fazer com gato com diarreia?

O gato com dor de barriga não pode ser ignorado por dois motivos: o primeiro é que ela pode sugerir que uma doença mais grave está acometendo o animal. Dessa forma, quanto antes o tratamento começar, maiores as chances de cura e, principalmente, de evitar complicações.

O segundo motivo é que a diarreia leva à desidratação, que pode matar. Quando não tratado, o gatinho passa a perder líquidos e minerais pelas fezes. Essa “água” acaba fazendo falta para o corpo. Por isso, é importante ficar atento e levá-lo ao médico-veterinário o quanto antes. 

Como é feito o diagnóstico? E o tratamento?

O profissional vai perguntar sobre o histórico do animal: se ele tomou vermífugo recentemente, se é vacinado e o que é dado na alimentação. Depois, fará o exame físico. É nesse momento que ele examinará o bichano como um todo e verificará se o pet não está desidratado.

Às vezes, apenas com o exame físico, o profissional consegue definir um diagnóstico. No entanto, é comum que o médico-veterinário solicite alguns exames laboratoriais, como o de sangue, de fezes e ultrassom abdominal. O remédio para diarreia em gatos será prescrito após esses exames.

Gato deitado.

O gato com diarreia pode estar passando por uma doença grave que pode piorar rapidamente. Leve o pet para atendimento profissional rapidamente. O Hospital Veterinário Seres possui especialistas em medicina felina. Venha nos conhecer!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

#gatos
19 novembro 2022

Olhos vigilantes e atentos a tudo. Sustos constantes. Agitação. Hiperatividade. Coração acelerado. Se seu animal está apresentando esses sintomas, você […]

Continuar lendo
Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

#gatos
16 novembro 2022

Todo tutor sabe que gatos perdem pelo e, às vezes, até parece que é proposital. Porém, um gato soltando muito […]

Continuar lendo
Confira dicas de como limpar dente de gato

Confira dicas de como limpar dente de gato

#gatos
15 novembro 2022

Para manter a saúde e os cuidados do seu bichano em dia, além das vacinações, vermífugos, brincadeiras e cuidados com […]

Continuar lendo
Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

#gatos
12 novembro 2022

A maioria dos tutores de gato são muito atentos a tudo o que acontece com eles. No entanto, alguns problemas […]

Continuar lendo
O que você precisa saber sobre vacina para gato

O que você precisa saber sobre vacina para gato

#gatos
07 novembro 2022

Quando adotamos um bichinho de estimação, é normal que surjam muitas dúvidas quanto aos cuidados com a sua saúde, especialmente […]

Continuar lendo
Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

#gatos
14 setembro 2022

Medicar os gatos não é tarefa fácil para nenhum tutor. Imagina, então, se for a dipirona! Seu gosto ruim dificulta […]

Continuar lendo
Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

#gatos
12 setembro 2022

Os gatos estão ganhando espaço dentro dos lares brasileiros e, em breve, a expectativa é que ultrapassem o número de […]

Continuar lendo
Gato com ferida exposta: o que pode ser?

Gato com ferida exposta: o que pode ser?

#gatos
09 setembro 2022

Gato com ferida exposta é um problema recorrente entre os tutores. Há diversos motivos que podem resultar em um machucado, […]

Continuar lendo
Acompanhe conosco o que pode ser gato vomitando e com diarreia

Acompanhe conosco o que pode ser gato vomitando e com diarreia

#gatos
10 agosto 2022

Ter um gato vomitando e com diarreia pode levar o tutor a pensar no pior! Normalmente, quando o gato vomita […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.