Sintomas do coelho estressado: quais são e como ajudá-lo

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

O coelho é um animal brincalhão e muito divertido, tão inteligente quanto um cachorro, mas se estressa muito facilmente. Reconhecer os sintomas do coelho estressado e saber como ajudá-lo é muito importante para o tutor.

Coelho na grama.

O coelho é um pet adorável e muito gostoso de ter, mas tem domesticação muito recente. Por isso, os instintos de animal selvagem ainda prevalecem em diversos momentos, o que pode deixá-lo assustado ou estressado.

Isso porque, em ambiente natural, ele é presa de muitos animais, tem que ficar alerta o tempo todo. Às vezes, alguma situação em sua casa pode remeter a esse momento de insegurança e causar sintomas do coelho estressado.

Então, outros animais da casa, barulhos altos ou crianças correndo atrás do pequeno animal fazem ele se sentir ameaçado e ficar estressado. Apesar de esse ambiente parecer assustador para o coelho, com algumas pequenas mudanças, ele ficará mais confortável.

Posturas corporais do coelho e os significados relacionados

Para entender os sintomas do coelho estressado, é preciso compreender os sinais corporais do coelho. Observar as orelhas e o corpo é primordial para o entendimento dos sentimentos dele.

Coelhos relaxados e felizes colocam as orelhas juntas e levemente voltadas para fora. Se estão deitados, os olhos podem estar semiabertos e o corpo todo esticado. Pulos e piruetas são outros sinais de felicidade.

Já um coelho ansioso ou preocupado fica agachado, com a cabeça apoiada no chão, as orelhas afastadas e achatadas contra as costas, os músculos tensos, as pupilas dilatadas, e procura tocas para se esconder. Um coelho tremendo também pode estar ansioso.

Se estiver irritado ou tem medo, o seu amigo orelhudo se afasta sacudindo os pés ou fica com o corpo retraído e bate os pés no chão, com a cauda levantada, as orelhas bem voltadas para cima e para fora, e a boca aberta vocalizando um rosnar característico.

Lamber-se e roer objetos excessivamente também são sintomas de um coelho estressado, assim como a automutilação em caso de dor intensa em alguma parte do corpo.

Já se notar seu coelho triste e prostrado, pode ser sinal de que alguma doença o está incomodando. Observe se ele tem apetite, se está usando o banheiro e procurando beber água, com os olhos brilhantes e pelagem sedosa. Caso contrário, leve-o ao veterinário.

Coelho sentando em cima da cama.

Como ajudar seu coelho

Alguns cuidados com o coelho, mudanças na forma de o tutor agir ou no ambiente em que o pet vive podem facilmente torná-lo um animal mais calmo e confiante, dócil e alegre.

Como se aproximar do coelho

Caso seu coelhinho tenha acabado de chegar na sua casa, aproxime-se dele devagar, sem fazer muito barulho nem movimentos bruscos, sempre falando baixo. Ofereça alimentos e petiscos, só faça carinho se ele aceitar bem a sua aproximação. 

Para pegá-lo no colo, use uma mão para apoiar as patas traseiras e a outra, o peito. Jamais o levante pela axila como com crianças, pois pode machucar a coluna dele. Nunca o pegue pelas orelhas!

Enriquecimento ambiental para coelhos

Forneça uma gaiola compatível com o tamanho dele, onde ele se mova sem se machucar. Também coloque uma toca dentro da gaiola, para ele se esconder quando achar que precisa, um cantinho seguro. 

Ainda promova o enriquecimento ambiental: brinquedos e objetos para roer são parte de uma rotina saudável para os sintomas do coelho estressado diminuírem ou até mesmo cessarem.

Outro fator importante é a higiene da gaiola, pois os coelhos são animais bastante limpos. A cama, ou o substrato, deve ser trocada a cada dois ou três dias e o banheiro, limpo diariamente. Aprenda aqui se pode dar banho no seu coelho. Lembre-se de não ter grade de ferro no fundo da gaiola.

A temperatura ambiente também pode ser estressante para seu amigo. Não coloque a gaiola diretamente embaixo do sol nem em locais com muita corrente de ar, para não deixar seu coelho doente. Se for possível, leve seu coelho para um gramado ao ar livre, ele vai adorar. Certifique-se de que o local está cercado, para outros animais não caçarem seu pequeno dentuço nem ele fugir.

Cuidados com a alimentação do coelho

Forneça uma alimentação de qualidade com água fresca e limpa. Deixe sempre feno à disposição, pois os coelhos simplesmente amam, além de ser uma boa forma de desgastarem os dentinhos e uma excelente fonte de fibra.

Quando pensamos em comida para coelho, imediatamente lembramo-nos da cenoura. Saiba que ela não faz parte da dieta natural desse animal, então dê na medida certa. Na natureza, o coelho come folhagens e gramíneas. Ele não cava em busca do alimento, por isso as raízes tuberosas, como a cenoura e as batatas, não são as favoritas dele e, em excesso, podem fazer mal, pois são ricas em açúcares.

Esses açúcares podem fermentar no intestino do coelho, formando gases em excesso, causando desconforto abdominal. Além disso, eles podem danificar o fígado, engordar seu amigo e causar problemas dentários, estressando-o.

Coelho deitado.

Diante do que foi explicado, esperamos ter ajudado a compreender os sintomas do coelho estressado e como ajudar seu amigo orelhudo. Se quiser aprender mais, acesse nosso blog e fique em dia com a saúde do seu pet!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Saiba o que pode deixar seu porquinho-da-índia estressado

Saiba o que pode deixar seu porquinho-da-índia estressado

#roedores
25 novembro 2022

O porquinho-da-índia é um animal dócil, tímido e carinhoso. Essas características fazem dele um ótimo pet, especialmente para quem não […]

Continuar lendo
Venha descobrir se o hamster sente frio

Venha descobrir se o hamster sente frio

#roedores
23 novembro 2022

Os hamsters são roedores de cuidados fáceis, que não exigem manejos complexos. Porém, conhecer suas particularidades e individualidades ajuda o […]

Continuar lendo
Alimentação do porquinho-da-índia: a dieta apropriada

Alimentação do porquinho-da-índia: a dieta apropriada

#roedores
21 outubro 2022

Muitos roedores tornaram-se pets bastante queridos pelos brasileiros. Entre eles, o porquinho-da-índia merece destaque: fofo, brincalhão, muito ativo e um […]

Continuar lendo
Se tiver dor, o hamster pode tomar dipirona?

Se tiver dor, o hamster pode tomar dipirona?

#roedores
26 setembro 2022

Hamsters são animais práticos e fáceis de cuidar, porém, quando apresentam sinais de doença, devemos socorrê-los prontamente. Remédios comuns na […]

Continuar lendo
Hamster doente: como saber se há algo errado com meu pet?

Hamster doente: como saber se há algo errado com meu pet?

#roedores
23 setembro 2022

É difícil resistir a um animal tão carismático e fofo como o hamster. Apesar de ser brincalhão, esse animal tem […]

Continuar lendo
Doença em coelho: como prevenir ou identificar

Doença em coelho: como prevenir ou identificar

#roedores
22 setembro 2022

Assim como humanos, os animais podem ficar doentes por motivos genéticos, manejo inadequado ou idade avançada. Então, a doença em […]

Continuar lendo
Será que coelho espirrando é motivo de preocupação?

Será que coelho espirrando é motivo de preocupação?

#roedores
11 agosto 2022

Coelhos são fofinhos e estão entre os animais de estimação preferidos dos brasileiros, junto aos cães e aos gatos. Precisam […]

Continuar lendo
Veja algumas dicas de como cuidar de um hamster

Veja algumas dicas de como cuidar de um hamster

#roedores
11 julho 2022

Ter um hamster como pet tornou-se comum, afinal, esse pequeno mamífero é engraçado e adora brincar. Por isso, é importante […]

Continuar lendo
Coelhos têm febre? Aprenda a identificar o coelho com febre

Coelhos têm febre? Aprenda a identificar o coelho com febre

#roedores
24 maio 2022

Assim como outros mamíferos, é possível que seu coelho com febre seja uma resposta a uma infecção. No entanto, não […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.