Perceber rabo de gato quebrado pode deixar o tutor apreensivo. Afinal, além de o machucado causar dor e desconforto ao seu filho de quatro patas, a cauda é uma parte importante e sensível do corpo dos bichanos.

Rabo de gato quebrado

Apesar da fama de ágeis dos felinos, esse tipo de machucado, infelizmente, é comum; sendo causado, na maioria das vezes, por descuido dentro da própria casa. Portanto, com o conhecimento correto, você poderá buscar os cuidados necessários para auxiliar seu amigo peludo da melhor maneira possível!

A importância da cauda para seu gato

Antes de nos aprofundarmos em fraturas na cauda de gatos, vale lembrar a importância dessa parte do corpo para os felinos. “A cauda do gato é uma continuação da coluna vertebral, com muita participação no equilíbrio do animal”, explica a Dra. Suelen Silva, médica-veterinária da Petz.

“Além disso, cauda de gato partida ou lesionada pode afetar também o controle de defecação e micção do animal”, afirma. Isso significa que um rabo de gato quebrado é assunto sério e, se não for tratado corretamente, pode gerar complicações para a saúde de seu amigo peludo.

Causas mais comuns para rabo de gato quebrado

Não precisa ser um gateiro apaixonado para saber que os bichanos são grandes acrobatas, não é mesmo? Afinal, todo mundo sabe que um gato sempre cai em pé e que se diz que os bichanos têm sete vidas!

Mesmo com toda essa agilidade, porém, os gatos ainda podem sofrer com traumas e lesões, como rabo de gato quebrado. Segundo a Dra. Suelen, os motivos mais comuns para a fratura na cauda dos bichanos são:

  • preensão por portas;
  • pisadas;
  • atropelamentos;
  • mordidas por outro animal,
  • contenção pela cauda.

Na maioria das vezes, o motivo é externo. Ou seja, o felino é vítima de um incidente com um humano ou outro pet. Assim, é fácil evitar que o seu bichano também seja um gato com rabo fraturado. Basta seguir algumas recomendações simples e fáceis que farão toda a diferença para a segurança do animal.

Como evitar fratura na cauda do felino

Conforme explica a Dra. Suelen, a maioria das fraturas na cauda dos bichanos pode ser evitada com alguns cuidados simples. Por isso, a veterinária lista os seguintes pontos de atenção:

  • Evitar que o pet tenha acesso à rua: o acesso à rua favorece o contato com vírus, bactérias e parasitas de pele, além de ser a principal causa de atropelamentos. Lembre-se, também, que os bichanos podem se envolver em brigas e acabar com a cauda de gato quebrada;
  • Redobrar atenção ao caminhar: todos sabem como os bichanos são carinhosos e adoram se esfregar em nossas pernas. Por isso, é necessário ter muita atenção para não pisar em seu amigo acidentalmente e provocar fraturas,
  • Nunca pegar o gato pelo rabo: quando for fazer carinho e carregar o animal no colo, o ideal é dar apoio à coluna, para o pet não ficar desconfortável. Basta colocar uma mão embaixo, segurando seu filho de quatro patas por sua gostosa barriguinha.

Rabo de gato quebrado

Essas ações podem parecer pequenas, mas são de grande ajuda na hora de prevenir rabo de gato quebrado e outros problemas. Portanto, é essencial segui-las à risca. Viu como você pode melhorar a qualidade de vida de seu filho de quatro patos com atitudes simples e fáceis?

Diagnóstico e tratamento para rabo de felino fraturado

Notar um gato com rabo machucado pode não ser tão simples. Afinal de contas, muitas fraturas não são expostas. Porém, com um olhar apurado, é possível notar que seu amigo precisa de ajuda. “Um tutor atento pode perceber que algo está errado com o pet; notar dor, desequilíbrio etc”, complementa a especialista. Os sinais são:

  • Mudança repentina de comportamento: como as fraturas causam dor, o pet pode ficar triste ou chorão;
  • Imobilidade da cauda: gatos com rabo quebrado não mexem a cauda como de costume;
  • Problemas de locomoção: como a cauda está ligada ao sistema locomotor do gato, um pet machucado pode ter problemas ao caminhar;
  • Problemas neurológicos: em alguns casos, dependendo da localização da fratura, o gato pode apresentar incontinência urinária ou fecal,
  • Gato com nó na cauda: se notar um formato estranho no rabo do seu bichinho, significa que algo não está bem.

Esteja atento aos sinais do seu gato!

Por isso, ao perceber qualquer um dos sinais acima, procure um veterinário o mais rápido possível. Assim, o especialista saberá se seu amigo está com a cauda quebrada e, usando exames como raio-x, poderá chegar a um diagnóstico mais preciso.

A Dra. Suelen explica que o tratamento pode envolver diferentes procedimentos. “Em casos mais simples, uma tala resolve o problema”, explica. “Em algumas situações, pode ser necessária intervenção cirúrgica”. A veterinária ainda ressalta que analgésicos e anti-inflamatórios podem ajudar o gatinho a ficar mais confortável.

Gatos

Se você desconfia que seu filho de quatro patas está com a cauda quebrada, busque um veterinário de sua confiança. Em unidades da Petz, você encontra clínicas bem equipadas, com profissionais responsáveis que poderão ajudar você e seu melhor amigo. Procure a unidade mais próxima e venha fazer uma visita!