Normalmente, não conseguimos diferenciar a ânsia de vômito, o vômito, a regurgitação e a tosse em gatos, sem ajuda de um veterinário. Porém, há algumas diferenças entre eles. No vômito temos um movimento ativo, onde vemos o gato vomitando ração ou outros conteúdos que estavam no estômago ou no intestino delgado. Já na regurgitação, temos um movimento passivo, sem força para que o conteúdo saia pela boca.

Gato deitado.

A regurgitação é um movimento tão natural que pode ser confundido com a tosse, caso você não perceba o conteúdo saindo da boca. Portanto, pense em gravar um vídeo para levar ao veterinário e confirmar as causas.

Motivos que fazem o gato vomitar

Quando for até seu veterinário, prepare-se para responder algumas perguntas que vão ajudá-lo a determinar as causas do gato vomitando ração ou outros conteúdos. Entre elas, selecionamos algumas: 

  • Houve alteração na dieta do seu gato? O que ele come?
  • Você está dando algum medicamento? Quais? Quem indicou?
  • Quais guloseimas você costuma dar para seu gato comer?
  • Ele tem companheiros em casa? Eles também estão vomitando?
  • Seu gato tem acesso ao ar livre?
  • Qual é a frequência do vômito e como ele é? 
  • Apesar desses episódios, seu gato ainda está se alimentando?
  • Percebeu outros sinais, como diarreia e perda de peso?

Com essas perguntas, o profissional buscará dois grandes grupos de causas por que gato vomita ração ou outros conteúdos: causas não gastrointestinais e causas gastrointestinais.

Dentre as causas não gastrointestinais que causam vômitos em gatos, temos: doença renal, hepática, pancreática, neurológica, diabetes mellitus, câncer ou a peritonite infecciosa felina (PIF).

Já as causas gastrointestinais principais são: corpos estranhos, parasitas, problemas alimentares, hipersensibilidade alimentar, câncer, ulceração gastrointestinal, doença inflamatória intestinal, constipação (retenção de fezes ou dificuldade na evacuação) ou a ingestão de toxinas (chocolate, pesticidas, etilenoglicol, etc).

Qual é a aparência desse vômito?

Para o veterinário, é muito importante saber como é esse vômito, uma vez que sua aparência pode ajudar a elucidar a causa e, assim, auxiliar no tratamento. Nem sempre você verá o gato vomitando ração, por isso, se tiver repulsa em ver outros conteúdos, peça para alguém filmar e leve até a consulta. Veja alguns exemplos a seguir.

Avermelhado/sangue

É possível encontrar sangue quando existem úlceras ou caso o bichano vomite várias vezes seguidas, irritando o estômago e o esôfago pelo aumento do ácido. Também pode estar presente em intoxicação por veneno para rato ou em algumas doenças que afetam a coagulação do sangue.

Branco/espuma

Quando temos um gato vomitando ração e espuma branca, a causa pode ser uma inflamação no revestimento do trato gastrointestinal. Isso ocorre por vários motivos que vão requerer uma investigação mais profunda.

Líquido transparente/água

Perceber um vômito claro pode indicar um conteúdo líquido estomacal ou que o felino está tomando água em excesso. Existem algumas enfermidades que aumentam o consumo de água, como diabetes mellitus e doença renal.

Comida

Quando os bichanos comem muito rápido, podem vomitar a comida. Nesse caso, em vez de observar um gato vomitando ração inteira, o vômito vai aparecer em forma tubular. Já nos casos de vômito por corpo estranho, é mais provável que a ração esteja inteira.

Gato deitado no colo do tutor.

Líquido marrom

Apesar de algumas rações serem marrons, quando o gato vomita um líquido dessa cor, isso pode indicar que há presença de sangue digerido, alertando para corpos estranhos, ulcerações ou bolas de pelos nos intestinos.

Verde pastoso ou líquido

Normalmente, a mistura do conteúdo com a bile pode ter a cor verde. Para o veterinário, isso significa que o problema está no intestino delgado, novamente apontando para um corpo estranho, inflamação ou nódulos e tumores.

Além do vômito

Normalmente, o gato vomitando ração nunca será o único sinal de alteração, portanto, preste atenção a outros detalhes, como falta de apetite, constipação, diarreia e espirros (neste caso, pode ser indicativo de infecção por coronavírus). Além disso, a ingestão de muita água ou outras alterações incomuns no comportamento do pet devem ser levadas em conta.

Qual é o sinal de alerta veterinário?

Leve o felino imediatamente ao consultório se vir o gato vomitando ração ou outra substância mais de duas vezes seguidas; ele estiver sem comer por mais de 12h; ele estiver com diarreia; já for diagnosticado com diabetes, doença renal ou hipotireoidismo.

Tratamento

Isso vai depender de qual medicina será utilizada: tradicional ou alternativa. Na tradicional, existem poucos medicamentos de venda liberada que ajudam o gato vomitando ração. Por outro lado, caso seja uma bola de pelos, uma dieta rica em fibras, com um medicamento que facilite a passagem, pode ser uma solução.

Gato deitado.

Agora que respondemos por que gato vomita ração, é importante ter em mente que as causas são várias e multifatoriais, portanto, um profissional deve ser consultado. Para isso, temos o Centro Seres, um lugar pensado para trazer o melhor bem-estar ao seu pet, com uma equipe campeã!