Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

Medicar os gatos não é tarefa fácil para nenhum tutor. Imagina, então, se for a dipirona! Seu gosto ruim dificulta muito o processo. Mas será que gato pode tomar dipirona?

Gato deitado.

A dipirona é um antipirético, ou seja, ajuda a baixar a nossa temperatura quando estamos com febre. Também é um analgésico que utilizamos bastante, comprado sem receita, e o melhor: a um preço muito acessível. Então, por que não dar dipirona para gatos?

Se o gato está apresentando sintomas parecidos com os nossos quando tomamos a dipirona, é muito óbvio que, se ela funciona para nós, também funciona para ele. Mas gato pode tomar dipirona? Ela realmente funciona para felinos? Em qual dosagem e frequência de administração?

Saber responder essas perguntas é de extrema importância para não intoxicar o gato, que por conta de uma deficiência enzimática do fígado, é mais propenso a esse quadro. Por isso, só medique seu felino com medicamentos prescritos pelo veterinário, combinado?

Quando a dipirona é indicada para o gato?

Se você chegou até aqui, é porque tem dúvidas sobre esse medicamento. Então, vamos lá: gato pode tomar dipirona, é uma prática comum o veterinário prescrevê-la como analgésico e antipirético para a espécie e ela funciona como para nós.

Dose da dipirona para gatos

Antes de sair respondendo quantas gotas de dipirona pode dar para um gato, é preciso entender como se chega a essa resposta. Sua dosagem é calculada de acordo com o peso do animal e seu grau de hidratação, além da consideração da situação do fígado e rins do animal.

Por isso, batemos na tecla: só medique seu animal com prescrição, pois somente o médico-veterinário é capaz de avaliar os parâmetros citados acima. Se dermos uma dose baixa, não fará o efeito desejado. Se for alta demais, intoxica o animal. Ambos os casos resultam em sofrimento!

Então, não existe uma resposta pronta para a dose de dipirona para gatos, pois ela é individual e específica para cada gatinho. Não acredite em receitas milagrosas do vizinho que curou o animal com a dipirona. Além de colocar o pet em risco, ainda pode ter mascarado uma doença.

Meu veterinário prescreveu a dipirona, como dar para meu gato?

Voltemos ao ponto onde medicar gatos não é tarefa fácil. Podemos facilmente enganar muitos cães com o remédio escondido em um pedaço de carne ou petisco, mas com o gato isso não dá muito certo.

Gato deitado.

Provavelmente seu veterinário prescreveu a dipirona em gotas devido ao peso do gato. Esse tipo de apresentação do medicamento tem uma concentração que permite dar a dose certinha para o peludo. Siga o passo a passo:

  • coloque a quantidade de gotas prescrita em uma colher;
  • cuidadosamente adicione um pouco de água de forma que o conteúdo final não ultrapasse 1 ml;
  • puxe todo o conteúdo da colher com uma seringa que tenha bico (tipo luer slip);
  • peça ajuda para alguém ajudar a segurar o bichano (se ele não for muito dócil, enrole-o em uma toalha para ninguém se machucar);
  • com uma das mãos, segure a cabeça do gato, posicionando os dedos sobre a mandíbula dele, com firmeza, mas sem apertar;
  • com a outra mão segurando a seringa, coloque-a na lateral da boca do gato logo atrás do canino e pressione o êmbolo para esguichar o líquido.

O gatinho pode “babar” por vários minutos. Contudo, não se preocupe, é normal com essa medicação.

E se meu gato vomitar a dipirona, o que eu faço?

Alguns gatinhos podem vomitar logo após a administração da dipirona. Se isso acontecer, não dê o remédio novamente. Avise ao seu veterinário do ocorrido, ele irá decidir o que fazer. O gato pode tomar dipirona, mas não é para ficar vomitando.

Posso misturar a dipirona na ração úmida?

Essa é uma boa pergunta. Alguns gatinhos podem nem perceber que o remédio está lá, de tanto que adoram a ração úmida e a comem gulosamente. No entanto,  a grande maioria dos desconfiados irão rejeitar o alimento. Por isso a resposta não é fácil: você terá que tentar e ver a reação do peludo.

Não consigo medicar meu gato de jeito nenhum, e agora?

Converse com seu veterinário sobre as opções para medicar seu gatinho com segurança. De nada adianta saber que pode dar dipirona para gato se ele não aceita ser medicado.

Uma boa alternativa para administrar medicamentos para esses gatinhos mais difíceis é o remédio manipulado. Ele será feito de acordo com a prescrição do veterinário e personalizado para o gosto do pet.

É possível fazer o medicamento manipulado em diversas apresentações: biscoitinho, pó, pasta, cápsula e xaropes no sabor preferido dele. 

Errei a dose da dipirona, o que pode acontecer?

Caso você tenha dado a medicação a mais do que foi prescrito, o bichano pode se intoxicar. Fique atento para sinais como letargia, falta de apetite, sonolência excessiva, vômitos e queda da temperatura do corpo. Se notar esses sintomas, busque atendimento veterinário imediatamente.

Mas se você deu dose a menos, isso não é tão preocupante, pois o que vai acontecer é que a dipirona não terá o efeito desejado. Se você percebeu o erro logo após ter dado ao gato, pode dar o restante. Caso contrário, na próxima dose, preste mais atenção.

Gato deitado.

Agora você já sabe: gato pode tomar dipirona, mas sob prescrição veterinária! Ainda está com dúvidas? Aproveite para conhecer o Hospital Veterinário Seres, estamos à disposição para conversar com você e conhecer o bichano!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

#gatos
19 novembro 2022

Olhos vigilantes e atentos a tudo. Sustos constantes. Agitação. Hiperatividade. Coração acelerado. Se seu animal está apresentando esses sintomas, você […]

Continuar lendo
Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

#gatos
16 novembro 2022

Todo tutor sabe que gatos perdem pelo e, às vezes, até parece que é proposital. Porém, um gato soltando muito […]

Continuar lendo
Confira dicas de como limpar dente de gato

Confira dicas de como limpar dente de gato

#gatos
15 novembro 2022

Para manter a saúde e os cuidados do seu bichano em dia, além das vacinações, vermífugos, brincadeiras e cuidados com […]

Continuar lendo
Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

#gatos
12 novembro 2022

A maioria dos tutores de gato são muito atentos a tudo o que acontece com eles. No entanto, alguns problemas […]

Continuar lendo
O que você precisa saber sobre vacina para gato

O que você precisa saber sobre vacina para gato

#gatos
07 novembro 2022

Quando adotamos um bichinho de estimação, é normal que surjam muitas dúvidas quanto aos cuidados com a sua saúde, especialmente […]

Continuar lendo
Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

#gatos
12 setembro 2022

Os gatos estão ganhando espaço dentro dos lares brasileiros e, em breve, a expectativa é que ultrapassem o número de […]

Continuar lendo
Gato com ferida exposta: o que pode ser?

Gato com ferida exposta: o que pode ser?

#gatos
09 setembro 2022

Gato com ferida exposta é um problema recorrente entre os tutores. Há diversos motivos que podem resultar em um machucado, […]

Continuar lendo
Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

#gatos
25 agosto 2022

Os gatos são muito higiênicos e escondem as fezes depois de usarem a caixinha. Por isso, muitas vezes, o tutor […]

Continuar lendo
Acompanhe conosco o que pode ser gato vomitando e com diarreia

Acompanhe conosco o que pode ser gato vomitando e com diarreia

#gatos
10 agosto 2022

Ter um gato vomitando e com diarreia pode levar o tutor a pensar no pior! Normalmente, quando o gato vomita […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.