Gato com pelo caindo e feridas: o que pode ser?

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

Como os felinos são muito asseados e cuidam muito bem de si e de seu pelo, ver um gato com pelo caindo e feridas pode ser motivo de alerta! Por outro lado, caso as áreas com falta de pelo sejam pontuais, pode ser bem comum.

Gato deitado.

Acompanhe conosco algumas doenças de pele em gatos, incluindo áreas de alopecia (sem pelos) e feridas. Com certeza, nossas informações poderão indicar se há algo de errado com seu bichano.

Qual é a causa da perda de pelo?

Apesar de existirem várias causas para um gato com pelo caindo e feridas, e esse quadro precisar de auxílio especializado, pode ser possível perceber alguns padrões. Acompanhe.

Ectoparasitas (parasitas externos)

Essa é, normalmente, a causa mais comum de gato com pelo caindo e feridas. Especialmente as pulgas! Perceba se a queda de pelo está na parte inferior das costas e na cauda.

Isso costuma ocorrer pela quantidade de parasitas e por alguns felinos terem alergia a substâncias presentes na saliva das pulgas, levando-os a exagerar na limpeza, com isso, causando um arrancamento dos pelos ou até levando a feridas.

Outro sinal clínico desse problema é o aumento da coceira. Além de ser possível perceber casquinhas na pele do gato, geralmente pretas, que são as fezes das pulgas, nem sempre elas ficam visíveis.

A sarna em gatos é outro ectoparasita causado por um ácaro microscópico, capaz de invadir a pele saudável dos pets e causar irritação, coceira, perda dos pelos e inflamação. É uma infecção contagiosa que acomete o corpo em geral ou a região das orelhas (sarna otodécica). 

Excesso de limpeza

Felinos ansiosos, estressados ou com dor podem começar a apresentar um comportamento obsessivo de lambedura. Isso pode não permitir o crescimento do pelo na área ou até mesmo causar feridas.

As áreas de eleição são no abdômen e na cabeça, mas essa não é uma regra. Portanto, fique atento se perceber seu bichano exagerando na lambedura. O tratamento está em reconhecer a causa da ansiedade, do estresse ou da dor.

Nos dois primeiros itens, pode ser devido a uma mudança de local recente, pela introdução de outro pet ou algo novo no ambiente que seu bichano considere uma ameaça ou perigo. É importante conhecer o comportamento dele para poder ajudar.

No caso da dor, pode ser necessária uma consulta médica para análise do motivo e, provavelmente, alguns exames, já que os gatos costumam esconder suas dores para não demonstrar fraqueza.

Alergias

Além das alergias por ectoparasitas, os felinos, assim como os humanos, podem apresentar outros tipos de alergias alimentares ou ambientais. Aqui, temos um quadro que leva a aumentar a lambedura ou a alergia em si faz o pelo cair.

Observe o comportamento do bichano e se, além das partes alopécicas, aparecerem outros sinais, como pele seca, coceira sem fezes de pulgas, aumento de secreções nasais e/ou oculares. Isso pode ser uma reação alérgica.

Tente se lembrar de algo que o gato com pelo caindo e feridas pode ter tido contato recente e remova do ambiente. Caso tenha alterado a dieta ou introduzido um petisco novo, retorne à dieta anterior e observe. Se essa for a causa, a remoção diminuirá os sinais.

Gato deitado.

Infecção fúngica

Um gato com pelo caindo e feridas pode estar acometido por uma micose, a mais comum no gato é a dermatofitose. É uma zoonose, pois pode afetar a maioria dos mamíferos, incluindo os seres humanos.

Os fungos estão presentes no ambiente e podem ficar viáveis por várias semanas. A transmissão ocorre por contato direto com outro paciente contaminado ou restos de pelame e pele de outro animal contaminado (superfícies, escovas e roupas). 

Essa predisposição pode ser congênita (desde o nascimento) ou adquirida, caso o animal esteja com alguma alteração no sistema imunológico. O veterinário, usando uma lâmpada especial, pode realizar um teste rápido que ajuda no diagnóstico.

Alterações na tireoide

São alterações comuns em gatos, e um dos sinais pode incluir a alopecia em gatos. Contudo, outras alterações na pelagem aparecerão, como opacidade ou oleosidade. Aliado a isso, pode-se ter ganho ou perda de peso, aumento da sede e alteração comportamental, como hiper ou hipoatividade.

Outras causas

Caso seu gato seja brigão, um abscesso pode se formar na região onde ele recebeu uma mordida ou foi arranhado. Se houver terreno para o crescimento bacteriano, teremos um gato com pelo caindo e feridas infectadas.

Ele também pode perder pelo por alguma reação medicamentosa ou como um efeito colateral a algum medicamento. A leucemia também pode ser uma condição que gera alopecia, seja a doença em si ou o resultado do tratamento convencional.

Gato no meio das plantas.

Como foi possível perceber, as várias causas fazem com que não seja fácil saber como tratar doenças de pele em gatos. A melhor solução é procurar um veterinário de confiança para que ele avalie o quadro, descarte algumas causas e, se necessário, faça exames diagnósticos para acertar o tratamento.

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

#gatos
19 novembro 2022

Olhos vigilantes e atentos a tudo. Sustos constantes. Agitação. Hiperatividade. Coração acelerado. Se seu animal está apresentando esses sintomas, você […]

Continuar lendo
Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

#gatos
16 novembro 2022

Todo tutor sabe que gatos perdem pelo e, às vezes, até parece que é proposital. Porém, um gato soltando muito […]

Continuar lendo
Confira dicas de como limpar dente de gato

Confira dicas de como limpar dente de gato

#gatos
15 novembro 2022

Para manter a saúde e os cuidados do seu bichano em dia, além das vacinações, vermífugos, brincadeiras e cuidados com […]

Continuar lendo
Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

#gatos
12 novembro 2022

A maioria dos tutores de gato são muito atentos a tudo o que acontece com eles. No entanto, alguns problemas […]

Continuar lendo
O que você precisa saber sobre vacina para gato

O que você precisa saber sobre vacina para gato

#gatos
07 novembro 2022

Quando adotamos um bichinho de estimação, é normal que surjam muitas dúvidas quanto aos cuidados com a sua saúde, especialmente […]

Continuar lendo
Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

#gatos
14 setembro 2022

Medicar os gatos não é tarefa fácil para nenhum tutor. Imagina, então, se for a dipirona! Seu gosto ruim dificulta […]

Continuar lendo
Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

#gatos
12 setembro 2022

Os gatos estão ganhando espaço dentro dos lares brasileiros e, em breve, a expectativa é que ultrapassem o número de […]

Continuar lendo
Gato com ferida exposta: o que pode ser?

Gato com ferida exposta: o que pode ser?

#gatos
09 setembro 2022

Gato com ferida exposta é um problema recorrente entre os tutores. Há diversos motivos que podem resultar em um machucado, […]

Continuar lendo
Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

#gatos
25 agosto 2022

Os gatos são muito higiênicos e escondem as fezes depois de usarem a caixinha. Por isso, muitas vezes, o tutor […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.