Viu seu gato com nariz escorrendo? Ele também fica resfriado!

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

Muitos tutores já devem ter visto o gato com nariz escorrendo e se perguntaram se precisavam se preocupar com esse sintoma ou não. Nosso objetivo hoje é esclarecer esta e outras dúvidas a respeito do assunto.

Gato deitado.

Algumas das primeiras doenças que os veterinários vão investigar quando atendem um gato com nariz escorrendo são as enfermidades virais e bacterianas. Diversos vírus e bactérias que acometem os felinos causam este sintoma.

Doenças virais mais comuns

Rinotraqueíte felina

A rinotraqueíte felina é causada por um herpesvírus e provoca sintomas no trato respiratório superior muito semelhantes à gripe humana. É mais frequente em animais jovens e não vacinados.

O vírus deixa o gato espirrando e com nariz escorrendo, com tosse, secreção nasal e ocular, e lesões nos olhos. Após entrar em contato com esse patógeno, o felino vira portador desse vírus.

Isso facilita a disseminação da doença a outros gatos saudáveis, já que o portador pode ser assintomático. Esse gato portador pode adoecer diversas vezes em momentos de estresse e imunossupressão.

O microrganismo é muito presente em locais com aglomeração de animais, como ONGs, abrigos e gatis, por isso, a higiene nesses locais é muito importante. O vírus é envelopado, ou seja, é bastante sensível ao meio ambiente e aos desinfetantes comuns e ao álcool.

As vacinas que atualmente são usadas no Brasil amenizam os sintomas. Todo gato deve ser vacinado no intuito de diminuir a possibilidade de ficar gravemente enfermo.

Calicivirose felina

A calicivirose felina é causada pelo calicivírus felino e também afeta o trato respiratório superior. Provoca sintomas muito parecidos com aqueles que o herpesvírus causa.

Além desses sintomas, provoca feridas na cavidade oral e úlceras na língua que são muito dolorosas, deixando o gato com nariz escorrendo e babando, com dificuldade para se alimentar e com febre.

Em alguns casos mais graves, a doença pode provocar quadros sistêmicos graves e levar o animal a óbito. Diferentemente do herpesvírus, o calicivírus não é envelopado, o que lhe confere boa resistência ao meio ambiente e aos desinfetantes comuns.

Assim como a rinotraqueíte, as vacinas que atualmente são utilizadas amenizam os sintomas da calicivirose felina, então, a melhor forma de prevenção dessa doença viral é a vacinação do animal.

Gato deitado.

Leucemia felina

Ao contrário do que muitos pensam, não é a leucemia felina, ou Felv, que causa de fato o nariz do gato escorrendo. Pela imunossupressão os vírus da rinotraqueíte ou bactérias oportunistas infectam o trato respiratório anterior.

Aids felina

A aids felina, ou Fiv, como também é chamada, é uma doença semelhante e causada por um vírus da mesma família que a aids humana. Assim como nessa espécie, nos felinos, provoca imunossupressão e maior predisposição a doenças.

Doenças bacterianas mais comuns

Clamidiose felina

A clamidiose felina é causada por uma bactéria chamada de Chlamyia sp. É uma doença altamente contagiosa e que afeta o sistema respiratório e os olhos dos gatos, sendo comum em locais de alta densidade populacional.

Trata-se de uma zoonose, ou seja, os gatos podem passar essa bactéria para nós. Porém, é mais comum essa transmissão para pessoas com imunossupressão e incomum para humanos saudáveis.

Ela deixa o felino com nariz escorrendo, conjuntivite, secreção ocular purulenta, inchaço das pálpebras, dor ocular, febre, espirros, dificuldade em se alimentar e em casos graves, doença sistêmica com manqueira, morte de filhotes recém-nascidos e infertilidade.

Assim como a rinotraqueíte e a calicivirose, a melhor forma de prevenir a clamidiose é com a vacinação do gato. Por se tratar de uma zoonose, a pessoa responsável pelo manejo e medicação do gato doente deve tomar cuidado para não pegar a doença.

Bordetelose felina

A bordetelose felina é uma enfermidade bacteriana que causa sintomas no sistema respiratório e ocular, deixando o gato com olho lacrimejando e nariz escorrendo, além de provocar uma irritação na garganta do animal que provoca tosse seca intensa.

É uma doença branda e autolimitante na maioria dos casos, mas, quando associada ao vírus da rinotraqueíte ou da calicivirose, pode causar pneumonia grave. Nesse caso, é chamada de Complexo Respiratório Felino.

Outras causas não associadas a microrganismos

Alergia

Se você observar seu gato com nariz escorrendo água, provavelmente seu gato está rinotraqueíte. Ele também pode espirrar bastante, ter secreções oculares e tosse.

Os principais alérgenos que podem desencadear essas crises de alergia no gato são os fungos do ambiente, ácaros, alimentos e pólen. Porém, se um gatinho é alérgico, uma reforma na casa ou um produto de limpeza pode desencadear crises.

Corpos estranhos

Não é comum, mas o gato com nariz escorrendo e espirrando pode ter um corpo estranho alojado em uma das narinas. Geralmente, são pequenas fibras de gramíneas ou de tecidos. A retirada desse corpo estranho é a única forma de melhora dos sintomas.

Gato no colo do tutor.

Estas foram as causas mais comuns de gato com nariz escorrendo. Suspeita que seu amigo esteja com alguma dessas doenças? Traga-o para uma consulta no Hospital Veterinário Seres!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

#gatos
19 novembro 2022

Olhos vigilantes e atentos a tudo. Sustos constantes. Agitação. Hiperatividade. Coração acelerado. Se seu animal está apresentando esses sintomas, você […]

Continuar lendo
Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

#gatos
16 novembro 2022

Todo tutor sabe que gatos perdem pelo e, às vezes, até parece que é proposital. Porém, um gato soltando muito […]

Continuar lendo
Confira dicas de como limpar dente de gato

Confira dicas de como limpar dente de gato

#gatos
15 novembro 2022

Para manter a saúde e os cuidados do seu bichano em dia, além das vacinações, vermífugos, brincadeiras e cuidados com […]

Continuar lendo
Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

#gatos
12 novembro 2022

A maioria dos tutores de gato são muito atentos a tudo o que acontece com eles. No entanto, alguns problemas […]

Continuar lendo
O que você precisa saber sobre vacina para gato

O que você precisa saber sobre vacina para gato

#gatos
07 novembro 2022

Quando adotamos um bichinho de estimação, é normal que surjam muitas dúvidas quanto aos cuidados com a sua saúde, especialmente […]

Continuar lendo
Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

#gatos
14 setembro 2022

Medicar os gatos não é tarefa fácil para nenhum tutor. Imagina, então, se for a dipirona! Seu gosto ruim dificulta […]

Continuar lendo
Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

#gatos
12 setembro 2022

Os gatos estão ganhando espaço dentro dos lares brasileiros e, em breve, a expectativa é que ultrapassem o número de […]

Continuar lendo
Gato com ferida exposta: o que pode ser?

Gato com ferida exposta: o que pode ser?

#gatos
09 setembro 2022

Gato com ferida exposta é um problema recorrente entre os tutores. Há diversos motivos que podem resultar em um machucado, […]

Continuar lendo
Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

#gatos
25 agosto 2022

Os gatos são muito higiênicos e escondem as fezes depois de usarem a caixinha. Por isso, muitas vezes, o tutor […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.