Displasia coxofemoral em gatos causa dor

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

Notou que o felino está com dificuldade de andar e prefere ficar mais deitado do que se movimentando? Uma das possíveis causas dessa mudança de comportamento é um problema de saúde chamado displasia coxofemoral em gatos. Veja como ajudar seu gatinho!

Gatinho no colo

O que é displasia coxofemoral em gatos?

Primeiramente, saiba que a displasia coxofemoral nos gatos não é uma doença comum nesses pets. Na maioria das vezes, ela acomete cães, principalmente os de grande porte.

De forma leiga é possível dizer que o problema acontece quando o osso da bacia não está se encaixando direito com o osso da perna. Isso decorre da má-formação da cabeça do fêmur ou do acetábulo ou do desgaste da articulação, que resulta em uma luxação (desvio) da cabeça do fêmur — parte do osso que se encaixa na bacia.

Embora, na maioria das vezes, as duas articulações coxofemoral sejam acometidas, é possível que o felino apresente um dos lados mais afetado do que o outro.

Pela dor, a displasia coxofemoral causa alterações de comportamento e da rotina do animal. Por isso, quanto antes ele for atendido, diagnosticado e tratado, melhor.

Quais as raças predispostas à displasia?

Assim como acontece em cães, a displasia coxofemoral em gatos é mais observada em raças com o tamanho maior, entre elas:

  • Maine Coon;
  • Persa,
  • Himalaia.

Qualquer felino, porém, pode apresentar esse problema ortopédico. Na maioria das vezes, os primeiros sinais são observados quando o animal tem em torno de três anos de idade.

Assim como há uma predisposição de acordo com o tamanho do animal, também há uma probabilidade maior de que felinos com luxação medial de patela (o osso do joelho) sejam mais predispostos a desenvolver a displasia coxofemoral em gatos.

Além disso, acredita-se que a displasia tenha componentes hereditários. Ou seja: se os pais têm o problema, há uma maior chance de o filhote também apresentá-lo.

Como saber se é um caso de displasia coxofemoral em gatos?

Não há exatamente um sinal clínico que vá fazer com que o tutor consiga ter certeza de que é um caso de displasia coxofemoral. Quando tem a doença, o gato costuma apresentar uma série de alterações de rotina, mas elas também acontecem em outros problemas de saúde. O animal, por exemplo:

  • Fica mais quieto;
  • Deixa de brincar pela casa e de subir em tudo;
  • Evita subir e descer escadas;
  • Evita apoiar o membro comprometido, quando for um só;
  • Tem dificuldade de se agachar para fazer cocô ou xixi,
  • Começa a mancar.

Se você notar qualquer uma dessas alterações, leve o seu felino ao médico-veterinário. Além do exame físico, é comum que o profissional solicite uma radiografia, para confirmar ou descartar o diagnóstico de displasia coxofemoral em gatos.

O grau da displasia da dor serão fatores fundamentais na definição do tratamento.

Gato dormindo no colo

Tratamento para displasia coxofemoral

Não há tratamento clínico que cure a displasia, porque não há remédio que volte a fazer fêmur e acetábulo se encaixarem.

Mas, clinicamente, há vários medicamentos que podem ser prescritos pelo médico-veterinário visando controlar a dor e melhorar a qualidade de vida do pet.

A redução de peso de pets obesos é muito importante. Isso ajudará a sobrecarregar menos as articulações afetadas. O tutor também deverá facilitar a rotina do bichano, deixando a caixa de areia, os alimentos e as camas em locais de mais fácil acesso.

Além de analgésicos e anti-inflamatórios, a fisioterapia também costuma ser adotada como protocolo de tratamento.

Se o manejo clínico não alcançar resultados satisfatórios, há a possibilidade de médico-veterinário recomendar que seja realizado um procedimento cirúrgico. Há várias técnicas, que vão da raspagem do acetábulo para remoção de terminações nervosas e controle da dor até a colocação de próteses.

Caso você tenha notado qualquer alteração no ânimo ou na marcha do seu animal, procure o mais rapidamente possível um médico-veterinário. No Seres, você encontra atendimento 24 horas. Entre em contato conosco!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

Tem um gato ansioso? Confira aqui o que fazer para ajudá-lo!

#gatos
19 novembro 2022

Olhos vigilantes e atentos a tudo. Sustos constantes. Agitação. Hiperatividade. Coração acelerado. Se seu animal está apresentando esses sintomas, você […]

Continuar lendo
Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

Percebeu o gato soltando muito pelo? Nós podemos te ajudar!

#gatos
16 novembro 2022

Todo tutor sabe que gatos perdem pelo e, às vezes, até parece que é proposital. Porém, um gato soltando muito […]

Continuar lendo
Confira dicas de como limpar dente de gato

Confira dicas de como limpar dente de gato

#gatos
15 novembro 2022

Para manter a saúde e os cuidados do seu bichano em dia, além das vacinações, vermífugos, brincadeiras e cuidados com […]

Continuar lendo
Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

Dente de gato caindo: saiba se isso é normal

#gatos
12 novembro 2022

A maioria dos tutores de gato são muito atentos a tudo o que acontece com eles. No entanto, alguns problemas […]

Continuar lendo
O que você precisa saber sobre vacina para gato

O que você precisa saber sobre vacina para gato

#gatos
07 novembro 2022

Quando adotamos um bichinho de estimação, é normal que surjam muitas dúvidas quanto aos cuidados com a sua saúde, especialmente […]

Continuar lendo
Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

Gato pode tomar dipirona, mas somente sob prescrição!

#gatos
14 setembro 2022

Medicar os gatos não é tarefa fácil para nenhum tutor. Imagina, então, se for a dipirona! Seu gosto ruim dificulta […]

Continuar lendo
Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

Vamos descobrir se pode dar Buscopan para gatos?

#gatos
12 setembro 2022

Os gatos estão ganhando espaço dentro dos lares brasileiros e, em breve, a expectativa é que ultrapassem o número de […]

Continuar lendo
Gato com ferida exposta: o que pode ser?

Gato com ferida exposta: o que pode ser?

#gatos
09 setembro 2022

Gato com ferida exposta é um problema recorrente entre os tutores. Há diversos motivos que podem resultar em um machucado, […]

Continuar lendo
Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

Não é normal ter um gato com diarreia. Saiba o que pode ser

#gatos
25 agosto 2022

Os gatos são muito higiênicos e escondem as fezes depois de usarem a caixinha. Por isso, muitas vezes, o tutor […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.