Dentista-veterinário: saiba mais sobre essa especialidade

Publicado pela Equipe SERES | 10 julho 2022

#

A medicina veterinária vem crescendo a cada dia. É comum nos depararmos com novos produtos, tratamentos e até mesmo doenças que nunca ouvimos falar. Assim como nos humanos, a veterinária conta com diversas especialidades, inclusive com a de dentista-veterinário.

Dentista escovando o dentes do cachorro.

Estima-se que pelo menos 85% dos cães e gatos irão apresentar algum problema dentário ao longo de suas vidas. Por isso, a  odontologia veterinária é uma área de extrema importância, não só para o tratamento, mas também para a prevenção de doenças bucais. Continue a leitura para entender como esse profissional atua.

Quando procurar atendimento odontológico?

Pensando na prevenção, é importante visitar um dentista-veterinário sempre que possível ou, pelo menos, uma vez por ano. Dessa forma, se houver qualquer indício de problema, já será resolvido. Caso note algo diferente independente da gravidade aparente da situação, o médico veterinário deve ser consultado o quanto antes.

Algumas desordens, como dificuldade na mastigação, perda de dentes, não nascimento de dentes, dor e inflamação das gengivas são sinais sutis que vão se agravando com o passar do tempo até se tornarem visíveis e preocupantes para o tutor.

O cachorro com mau hálito pode ser o primeiro sintoma de que a saúde oral do seu pet não vai bem. Isso pode ser simplesmente pela falta de escovação dos dentes ou problemas mais sérios. A seguir, listamos algumas desordens que indicam a necessidade de procurar um dentista-veterinário.

Doença periodontal

A doença periodontal é popularmente conhecida como tártaro e, sem dúvida, é a mais comum. O tártaro é formado pelo acúmulo de bactérias sob o dente, formando uma placa. Essa placa bacteriana, se não tratada no início, destrói ossos e ligamentos que sustentam o dente, então, ele cai.

Além da perda dentária, a doença periodontal causa gengivite (inflamação da gengiva), ocasionando dor e dificuldade na mastigação em casos mais avançados. Geralmente, a doença é mais intensa nos animais idosos, pois eles passaram toda a sua vida sem escovar os dentes.

Animais de um ano de vida já podem apresentar tártaro. Por isso, deve-se escovar o dente do cachorro e do gato diariamente, ou sempre que possível, com pastas e escovas dentais próprias de cada espécie a fim de prevenir o acúmulo de bactérias.

Alguns biscoitos, rações e brinquedos são destinados à saúde oral e podem auxiliar na prevenção da formação da placa bacteriana. Uma vez que o animal já tenha a doença desenvolvida, o tratamento é por meio da limpeza de tártaro do cachorro e do gato (técnicamente chamada de tratamento periodontal)

Dentista veterinário ajudando um cachorro.

Persistência dos dentes decíduos

Os cães e gatos também fazem trocas de dentes. Após o nascimento do pet, nascem os dentes de leite, chamados decíduos, e assim como nós seres humanos, os dentes de leite caem e nascem os permanentes.

Em alguns indivíduos, o dente decíduo pode permanecer e não cair, e o dente permanente nasce junto ao dente de leite. Como os dois ficam muito próximos, restos alimentares e consequente formação de tártaro ocorrem no local. O tratamento é a retirada do dente de leite.

Fratura dos dentes

Os dentes podem quebrar por traumas, desgastes, doenças nutricionais ou sistêmicas.  Sempre que houver fratura, é importante procurar tratamento dentário para cães e gatos, pois podem apresentar dor e deixar de comer. O dentista-veterinário decidirá se o tratamento será a remoção, tratamento de canal ou somente a restauração do dente. Nenhum dente fraturado poderá permanecer na boca, eles causam dor e infecções.

Neoplasia oral

As neoplasias ou tumores podem ser benignos ou malignos. Os sinais iniciais podem ser perda de apetite, sangramento oral e/ou nasal, mau hálito, salivação intensa, etc.

As neoplasias se iniciam de forma branda, sem mostrar muitos sintomas ou com sintomas aos quais não damos muita importância. Quando o tumor está de um tamanho mais avançado e os sinais clínicos também, é quando o tutor nota a presença de uma massa na boca do animal.

O tratamento para essa doença varia de acordo com o tipo de tumor. São realizadas cirurgias para remoção e podem ser incluídas quimioterapias e radioterapias. O dentista-veterinário indicará a melhor conduta.

Hipoplasia de esmalte

O dente possui diversas estruturas, e uma delas é o esmalte, a camada mais externa. A hipoplasia é uma alteração que ocorre durante a formação do esmalte. Desnutrição, febre e doenças infecciosas podem gerar essa má-formação.

Como consequência, o dente fica sem uma proteção, podendo ser observados “buracos” na sua superfície que são confundidos com cárie. O tratamento feito pelo dentista-veterinário, como a restauração à base de resina, costuma ser eficaz.

Como prevenir doenças odontológicas?

Logo que adotamos um pet, é importante adaptá-lo à escovação dentária. Limpar dente de cachorro e gato deve fazer parte da higiene diária de cada um. No mercado, existem pastas de dentes com sabores que facilitam a aceitação da escovação.

Se o animal estiver habituado a escovar os dentes diariamente, também será uma maneira de o tutor observar toda a sua cavidade oral, podendo notar se há acúmulo de tártaro, fraturas ou tumores.

Caso o animal não aceite a escovação, é preciso iniciar de forma gradual, oferecendo recompensas e carinho para que o momento seja agradável para ele. Se seu pet quer te morder durante a higienização da boca, o dentista-veterinário orientará quanto a métodos alternativos para a prevenção das doenças.

Dentista veterinário tentando escovar dentes de cachorro.

Fique sempre atento aos sinais que o pet está apresentando. De acordo com o dentista-veterinário, doenças diagnosticadas precocemente diminuem o sofrimento do animal e são tratadas mais facilmente. Nossa equipe está sempre pronta para oferecer o melhor atendimento para você e seu melhor amigo. Conte conosco!

Aqui você encontra artigos incríveis sobre saúde e cuidados que podem ajudar a melhorar o bem-estar de seu bichinho de estimação, seja qual for a espécie do pet. Afinal de contas, o nosso instinto é cuidar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas

Ver todas notícias
Saiba mais sobre cachorro tossindo como se estivesse engasgado

Saiba mais sobre cachorro tossindo como se estivesse engasgado

#cachorro
03 fevereiro 2023

A maioria dos tutores observa o cachorro tossindo como se estivesse engasgado, mas nem sempre o engasgo é motivo da […]

Continuar lendo
Notou cachorro lambendo muito a barriga? Descubra o porquê!

Notou cachorro lambendo muito a barriga? Descubra o porquê!

#cachorro
31 janeiro 2023

O hábito que o pet tem de se lamber um pouco pode parecer normal, mas o cachorro lambendo muito a […]

Continuar lendo
Cachorro estrábico: conheça o mundo dos pets vesgos

Cachorro estrábico: conheça o mundo dos pets vesgos

#cachorro
31 janeiro 2023

Aquele olhar apaixonante que os pets têm seduz a todos. Porém, há peludinhos que têm o olhar um pouco alterado, […]

Continuar lendo
Machucado na orelha do cachorro é preocupante? Conheça as causas

Machucado na orelha do cachorro é preocupante? Conheça as causas

#cachorro
30 janeiro 2023

Quando temos um animal de estimação, queremos que ele seja saudável e feliz. Por isso, pais e mães de pet […]

Continuar lendo
Os principais motivos que deixam o cachorro cansado

Os principais motivos que deixam o cachorro cansado

#cachorro
27 janeiro 2023

Os motivos mais variados podem deixar o cachorro cansado, e nem todos devem nos preocupar. Após os passeios, brincadeiras e […]

Continuar lendo
Posso oferecer alimentação crua para cães? Tire suas dúvidas

Posso oferecer alimentação crua para cães? Tire suas dúvidas

#cachorro
04 janeiro 2023

Ao longo dos tempos, a alimentação para cães tem tido mudanças. Hoje em dia, temos diversas opções de rações comerciais […]

Continuar lendo
Cachorro com náusea: sinal preocupante ou somente um mal-estar?

Cachorro com náusea: sinal preocupante ou somente um mal-estar?

#cachorro
29 dezembro 2022

Quando o cachorro fica enjoado, com mal-estar, geralmente acaba vomitando. Em outros casos, só fica sem apetite e indisposto. Diversos […]

Continuar lendo
Notou que o cachorro não bebe água? Saiba como estimulá-lo

Notou que o cachorro não bebe água? Saiba como estimulá-lo

#cachorro
26 dezembro 2022

Para os pets terem uma vida saudável, além de todos os cuidados necessários, a ingestão de água é muito importante […]

Continuar lendo
Cachorro pode cruzar com irmão? Descubra já

Cachorro pode cruzar com irmão? Descubra já

#cachorro
23 dezembro 2022

É comum que pais e mães de pets que possuem animais da mesma ninhada queiram aumentar a família animal. Assim, […]

Continuar lendo

Assine nossa newsletter e receba novidades.