É melhor oferecer a alimentação natural para gatos ou optar por ração? Essa dúvida é muito frequente, principalmente quando o tutor trata o pet como um membro da família. Isso faz com que, naturalmente, a pessoa tente aproximar a rotina alimentar do felino à sua. Será que essa é uma boa ideia? Descubra!

Alimentação natural para gatos x ração

A ração é um alimento feito especialmente para o felino e oferece tudo o que ele precisa. Apesar disso, a busca pela alimentação natural para gatos vem crescendo muito. Mas, afinal, o que é exatamente essa alimentação?

A alimentação natural nada mais é do que uma comida caseira, mas feita a partir das demandas do pet. Ela deve ser produzida de acordo com uma prescrição feita pelo médico-veterinário, pois, só assim, será possível assegurar que a dieta é balanceada.

No geral, as refeições são compostas por alimentos minimamente processados, mas o acréscimo de nutrientes provenientes de fontes sintéticas, como vitaminas e minerais, é praticamente inevitável.

Por isso, é comum que os especialistas prefiram usar o termo “alimentação caseira” em vez de comida natural para gatos. Afinal, para ser natural ela não deveria ter nada produzido artificialmente e, na maioria das vezes, a dieta feita em casa precisa da adição de ingredientes sintéticos.

Gato comendo em um pote de comida

Vantagens da alimentação natural para gatos

Embora as rações sejam excelentes e adequadas, não se pode negar que a comida caseira para gatos pode oferecer algumas vantagens.

Palatabilidade

No geral, os animais gostam dos alimentos oferecidos. É comum que o tutor note a diferença e até a curiosidade do pet, no início da transição da ração para a comida caseira para gatos. Como é tudo novo, o pet costuma ingerir o alimento rapidamente.

Hidratação

Incentivar os felinos a beberem água pode ser um grande desafio. Eles são exigentes e gostam de água fresquinha. É por isso que muitos tutores acabam optando por colocar vasilhas na casa toda ou usar os bebedouros automáticos.

Afinal, quando o gatinho ingere menos água do que precisa, ele pode adoecer. Os problemas renais estão entre as doenças que podem resultar desse péssimo hábito.

A alimentação natural para gatos pode ajudar a manter o animal hidratado. Ela possui mais quantidade de água, quando comparada à ração seca, e isso pode ser benéfico para o pet. Mas, na comparação com a ração úmida industrializada, ambas estão no mesmo nível de oferta de água.

Alimento individualizado

Outro ponto importante é que a alimentação natural permite que o pet receba exatamente o nutriente que precisa. A receita pode ser prescrita de forma que atenda a todas as necessidades nutricionais individuais do bichano, mesmo quando ele tiver alguma doença.

Vamos supor, por exemplo, que o felino tenha alergia a algum alimento e não possa consumi-lo. Quando a comida é feita em casa, o tutor poderá evitar esse ingrediente. Dessa forma, terá como diminuir o número de crises alérgicas. O mesmo vale para alimentação natural para gatos com problemas renais, entre outros.

Embora essa seja uma vantagem da alimentação natural para gatos, vale lembrar que também há rações específicas para animais com os mais diferentes tipos de problemas de saúde. Assim, mesmo que o tutor opte por não cozinhar para o animal, ele poderá oferecer um alimento mais individualizado, ainda que industrializado.

Variedade

O médico-veterinário poderá indicar receitas variadas, para que você cozinhe para o seu animal de estimação. Dessa forma, ele contará com uma alimentação variada, o que poderá deixá-lo muito feliz. O cardápio pode ser diversificado até mesmo no caso da alimentação natural para gatos com problemas renais!

Entre os alimentos naturais para gatos que podem ser oferecidos estão:

  • Carne de frango, porco, boi;
  • Ovos;
  • Agrião, manjericão, espinafre, rúcula, folhas de beterraba, salsão, alface, folhas de cenoura, salsinha;
  • Quiabo, chuchu, alcachofra, pepino, vagem;
  • Cenoura, abóbora, beterraba, couve-flor, nabo, inhame;
  • Berinjela, mandioquinha,
  • Maçã sem semente, pera sem semente, banana, melão, melancia, pêssego, mamão, caqui e manga.

Pessoa colocando comida para o gato

Desvantagens da alimentação natural

Embora existam benefícios, a alimentação natural para o seu pet também tem algumas desvantagens. Conheça as principais.

O gato pode não comer tudo

Como o alimento é cozido e preparado em pedacinhos, fica mais fácil para o gato selecionar o que ele quer e o que não quer comer. E isso pode ser um grande problema.

Vamos supor, por exemplo, que a receita determinada pelo médico-veterinário tenha cenoura entre os ingredientes. Assim, para que o felino receba todos os nutrientes dos quais ele precisa, ele deve comer a cenoura também.

Porém, quando você oferece o alimento para o seu animal de estimação, ele não come a cenoura – por não gostar do alimento, ele aprende a separá-lo e deixá-lo de lado.

Quando isso acontece, a nutrição do seu gato deixa de ser balanceada, afinal, as vitaminas oferecidas pela cenoura não são ingeridas. E o pet pode, com o tempo, apresentar algum tipo de deficiência nutricional.

Armazenamento complicado

A ração pode ficar dentro da embalagem e guardada em um pote plástico. Já quando o tutor opta pela alimentação natural para gatos, ele vai precisar deixar tudo na geladeira ou congelado.

Isso é necessário porque o alimento fresco se deteriora rapidamente. Assim, se você for viajar com o pet, por exemplo, terá que ir para um local que possa cozinhar para ele ou levar tudo congelado. O desafio é grande.

Necessidade de suplementação

As necessidades nutricionais dos gatos são muitas. Por isso, nem sempre é possível oferecer tudo o que ele precisa com alimentação natural para gatos. Dessa forma, o médico-veterinário poderá ter que indicar a suplementação vitamínica e mineral com alguma frequência.

Se você já tem um gato em casa, sabe muito bem que administrar um polivitamínico oral não é tarefa das mais simples, não é? Esse será mais um desafio para o tutor.

Demanda tempo

Você faz o seu almoço? Muitas pessoas não têm tempo para isso. Será que terão tempo para cozinhar para o gatinho e garantir que ele tenha todos os ingredientes frescos disponíveis diariamente?

É muito importante pensar nisso antes de optar por uma alimentação natural para gatos. A partir do momento que você fizer a troca, deverá se comprometer com essa rotina e estar disposto a ir com frequência para a cozinha.

Claro que, nos grandes centros, já é possível comprar esse alimento “caseiro” de empresas. Contudo, o valor é alto. É preciso ter a certeza de que estará pronto para arcar com os custos.

Além dos dieta natural para gatos, o tutor deve ficar atento também ao xixi do gato. O seu usa a caixinha de areia? Veja o que pode levá-lo a fazer as necessidades fisiológicas fora do local adequado em outros dos nossos artigos!