Muitos tutores estão sempre em busca de maneiras de dar mais qualidade de vida aos seus pets. Pode ser por isso que a busca pela acupuntura para cães tenha crescido. A técnica milenar oriental pode ajudar em tratamentos e melhorar os dias do peludo. Saiba mais sobre ela e como é aplicada na medicina veterinária!

Cachorro dormindo

O que é a acupuntura para cães?

A acupuntura é uma técnica oriental, muito usada na medicina chinesa, que visa equilibrar a energia vital. Com isso, pretende restaurar e manter a saúde. O método é usado há mais de 5 mil anos em pessoas e pode ser encontrado em diversos países.

Assim como acontece na aplicação do método terapêutico em humanos, a acupuntura em cães consiste na estimulação de pontos específicos do corpo do animal.

Além das agulhas, que são as mais usadas, os estímulos dos pontos de acupuntura em cães também podem ser feitos por meio de:

  • Raio laser em pontos de acupuntura em cães específicos (laserpuntura);
  • Aplicação de calor (moxabustão);
  • Eletroacupuntura;
  • Acuinjeção (administração de medicamentos nos acupontos);
  • Massagens,
  • Ventosas.

Embora a acupuntura em cães seja mais popular atualmente, a história retrata que inicialmente os chineses usaram essa técnica em cavalos. Contudo, com o tempo, os demais animais começaram a ser tratados com acupuntura.

Cachorro dormindo em cima da patinha

Os cavalos, por exemplo, continuam recebendo esse tratamento alternativo. A eletroacupuntura pode ajudar a tratar equinos com paralisia do nervo facial. Ela ajuda o animal a restaurar os movimentos de perto da boca e, consequentemente, a viver melhor.

Seja qual for a espécie, há acupontos definidos e adequados para serem estimulados. Dependendo de qual for a necessidade do animal, é possível identificar os pontos de acupuntura em cães mais assertivos, para que possa atingir o resultado esperado.

O que são acupontos e como são usados?

Esses acupontos são os pontos de acupuntura para cachorro, ou seja, os locais nos quais as agulhas devem ser colocadas. Na medicina veterinária de pequenos animais são usados 32 pontos de acupuntura em cães simples e 40 bilaterais. Cada um deles, quando estimulado, oferece um ou mais resultados.

Dessa forma, o médico-veterinário poderá avaliar o quadro para saber se precisará estimular um ou mais pontos. Isso dependerá da situação do animal e das necessidades que ele possui.

Apenas o médico-veterinário é capaz de decidir se o pet pode ser tratado com acupuntura para cães e quais acupontos deverão ser usados. Afinal, se a estimulação for feita nos acupontos errados, é possível que haja piora dos sinais clínicos.

Além disso, quando há um equívoco na escolha do acuponto, a resposta pode não ser a esperada, e o animal pode não receber os benefícios almejados. Sendo assim, é muito importante que o tutor leve o seu cachorrinho a um médico-veterinário para que ele estabeleça o tratamento e a necessidade, ou não, da realização de acupuntura em cães.

Quando a acupuntura para cães pode ser usada?

Será que o seu pet pode ser tratado com acupuntura para cães? Há diversas doenças que podem acometer os animais de estimação, e o uso dessa técnica oriental nem sempre é prescrito.

A indicação vai variar de acordo com o problema de saúde e com o temperamento do cão. De forma geral, o procedimento ajuda a aliviar dores e até a recuperar movimentos de músculos ou membros afetados.

É por isso que, muitas vezes, ela é prescrita junto à fisioterapia, com o uso ou não de medicamentos. Pode ser uma alternativa de tratamento para animais que ficaram com um membro imobilizado por muito tempo, por exemplo, ou para pets que estão finalizando um tratamento na UTI.

Além disso, há outras indicações da acupuntura para cães. Dentre os quadros que podem ter técnica como aliada no tratamento estão:

  • Convulsão;
  • Doenças do disco intervertebral (como hérnia de disco, por exemplo);
  • Paraplegias ou paralisia;
  • Sequelas de uma doença viral chamada de cinomose;
  • Alterações consequentes de acidentes vasculares cerebrais (AVC);
  • Doenças músculo-esqueléticas como osteoartrite, displasia coxo-femoral, discoespondilite (infecção dos discos intervertebrais);
  • Distúrbios gastrintestinais (estômago e/ou intestino);
  • Problemas cardíacos;
  • Alterações reprodutivas,
  • Distúrbios hepáticos (do fígado) e do sistema urinário.

A quantidade de sessões necessária varia muito, mas, no geral, são pelo menos quatro, e podem chegar a seis. O intervalo entre uma e outra costuma ser de uma semana.

Cachorro deitado

Quando a acupuntura não pode ser usada?

Embora a acupuntura para cães, quando bem executada, traga benefícios e ajude na melhora do animal, nem sempre ela é indicada. No geral, o procedimento deve ser evitado em pets:

  • Assustados;
  • Desnutridos,
  • Gestantes.

Seja qual for o quadro do seu cachorro, saiba que ele não vai sentir dor durante o procedimento. Tudo é feito com cuidado e carinho, visando a recuperação e a qualidade de vida do seu amigo de quatro patas!
Por falar em qualidade de vida, você sabia que há alimentos que o seu animal não pode comer? É preciso ter cuidado! Descubra o que não pode fazer parte da alimentação do seu peludo.