Você sabia que há vários vermes que podem parasitar o corpo do seu pet? Quando eles não são eliminados, o bichinho pode adoecer. Então, para evitar que isso aconteça, é preciso ficar atento à vermifugação. Veja o que é e como funciona! 

gato filhote peludinho

O que é vermifugação?

Todo mundo fala que é preciso garantir que a proteção do cão ou do gato esteja em dia. Mas, afinal, o que é vermifugação? Como esta palavra é mais usada na rotina de quem já é tutor de pet, é comum que pessoas inexperientes ainda não a conheçam.

O processo implica dar um vermífugo para o animal, ou seja, administrar um medicamento com a finalidade de eliminar os vermes. Esse procedimento deve ser feito quando o animal é filhotinho e adulto. Afinal, assim como as pessoas, os pets podem ser parasitados por vermes durante toda a vida. 

Por que a vermifugação dos animais é importante?

Assim como acontece com os humanos, os animais de estimação podem ser acometidos por diversos vermes. Uma vez que esses parasitas estejam presentes no corpo deles, podem se instalar em vários órgãos.

Cada tipo de verme prefere ficar em um órgão. O Dioctophyma renale, por exemplo, é um parasita no rim dos cães. Já o Echinococcus sp é um parasita no intestino, enquanto o Dirofilaria immitis se instala no coração. Também há o Platynosomum fastosum, que fica no ducto biliar do gatinho.

Quando esses parasitas estão no organismo dos pets, além de usarem os nutrientes que o animal ingere, podem causar lesões nos órgãos. Isso leva o bichinho a desenvolver várias doenças e sintomas de verminose em cachorro ou gato. 

Para que isso não aconteça, é importante conversar com o médico veterinário para ele sugerir o melhor protocolo de vermífugos para cães, gatos e outros animais. Afinal, quando o vermífugo é dado no momento certo, todos os problemas causados pelos parasitas são evitados. Contudo, o Dioctophyma renale só há cura com remoção cirúrgica do verme no rim, vermífugo não funciona neste caso.

Como meu pet contraiu os vermes?

A maioria das pessoas adota um peludinho filhote e, quando faz a vermifugação, se assusta com a quantidade de vermes em cachorro. Isso é mais frequente em animais que nasceram nas ruas, vítimas do abandono. Afinal, nesse caso, a fêmea não foi vermifugada. 

Por isso, não se espante ao encontrar filhotinhos cheios de vermes. Se a mãe tiver os parasitas, até os pequenos podem acabar contraindo verminose. Por isso, a vermifugação de filhotes é importante.

Ao longo da vida, os animais de estimação continuam podendo ser parasitados. A infestação varia de acordo com o tipo do verme. No geral, o animal é infectado quando tem contato com ovos ou fezes de outro animal com verminose.

Também há a possibilidade do animal caçar um bicho, como um roedor, e ingerir larvas de verme que estavam parasitando na caça. Já o verme do coração é transmitido pela picada de inseto.

cachorro olhando para o lado

O remédio para vermes é um comprimido?

Muita gente nem imagina, mas há vários tipos de remédios para vermes, ou melhor, vermífugos. Geralmente, para os animais adultos, quase sempre são prescritos comprimidos. 

Tutores de cães podem colocar o comprimido no meio da ração úmida e oferecê-la para o animal, que a comerá sem notar o vermífugo. No entanto, nem sempre é fácil dar remédio para o pet. A boa notícia é que há alternativas.

Atualmente, é possível encontrar vermífugos excelentes disponíveis no formato de suspensão/líquido. Eles vêm em uma seringa grande, que deve ser colocada no canto da boca do animal.

Depois, basta empurrar o êmbolo para administrar a quantidade certa. Essa opção pode ser ideal para a vermifugação dos cães que se recusam a engolir o comprimido, jogando-o fora, por exemplo.

Também é uma ótima escolha para gatos, já que, muitas vezes, os tutores não conseguem administrar o comprimido para felinos com facilidade. Para filhotes ou até adultos de portes menores, o vermífugo líquido pode ser a melhor opção.

Por fim, há os vermífugos pour on, aqueles medicamentos pingados na pele do animal, na nuca e no dorso.  Antipulgas pour on são mais conhecidos, mas também há vermífugos para cães e gatos. Essa pode ser uma alternativa interessante para pets mais arredios ou ariscos! 

Quando fazer a vermifugação de filhotes?

Quando dar remédio de verme para cachorro filhote? A vermifugação de filhotes de cães e gatos deve ser feita de acordo com a prescrição do médico veterinário. Normalmente, a primeira dose é administrada entre os 15 e 30 dias de vida, repetida 15 dias depois.

Após esse período, comumente novas administrações do vermífugo são feitas até o sexto mês de vida. Contudo, isso pode variar de acordo com a saúde do pet e o controle de parasitas que a mamãe do filhotinho recebeu. Por isso, é preciso sempre consultar o médico veterinário.

De qualquer modo, saiba que existem vermífugos para cães e gatos filhotes. Eles podem ser encontrados na forma líquida ou pastosa, facilitando a administração do medicamento.

Animais adultos precisam tomar vermífugo?

Sim, a vermifugação deve ser feita por toda a vida do animal, pois sempre há chances dele entrar em contato com os ovos do parasita ou ser picado pelo mosquito transmissor do verme do coração, por exemplo.

Já os gatos sempre podem encontrar uma caça infestada de larvas. Dessa forma, é importante que a administração de vermífugos para pets seja feita por toda a vida, até quando atingirem a idade avançada.

Quando dar vermífugo para animais?

De quanto em quanto tempo é preciso vermifugar o cachorro ou o gato? Esta é uma pergunta que quase todo tutor já se fez, e a resposta pode variar um pouco.

A recomendação dos especialistas é não dar vermífugo antes de ter um exame de fezes (coproparasitológico) que confirme a presença deles. Dessa maneira, é  importante ressaltar que vermífugo é tratamento, não tem efeito preventivo.

Em regiões nas quais há grande incidência do verme do coração, a administração chega a ser mensal. Por isso, o médico veterinário irá avaliar os hábitos do pet para definir o melhor protocolo.

Há um medicamento específico que mata o Dirofilaria immitis antes do parasita se tornar adulto. Quando ele é administrado todos os meses, mesmo que o cachorro tenha sido picado pelo mosquito infectado, a substância consegue matar o parasita antes de ele se instalar no coração e causar lesões.

cachorro peludo deitado

Por isso, em regiões nas quais há muitos casos, não é raro os médicos veterinários indicarem a vermifugação mensal. Quer saber mais sobre o Dirofilaria immitis? Então, leia este artigo e descubra tudo sobre o verme do coração!