É possível ter um caso de febre amarela em cães? Os peludos estão correndo risco? Essas são dúvidas frequentes de quem tem um pet em casa. Afinal, essa doença é comumente diagnosticada em pessoas, e nem sempre a cura é possível. Descubra se o seu cachorro corre riscos e conheça mais sobre a enfermidade. 

febre-amarela-em-caes

Febre amarela em cães: isso pode acontecer?

Não, não é possível identificar um caso de febre amarela em cães! No mundo existem os mais diferentes vírus, e cada um deles prefere se hospedar em um grupo de espécies. Sendo assim, não é porque um vírus acomete o tutor que ele pode afetar o pet.

Algumas doenças virais, como, por exemplo a cinomose, que pode dar febre em cachorro, podem acometer o seu bichinho, mas não pega em você. No caso da febre amarela ocorre o contrário. Ela pode acontecer no tutor, mas não acomete o pet. 

Por isso, quando o tutor perceber a temperatura do seu cachorro alterada, deve levá-lo ao médico-veterinário, para que ele descubra a causa. No entanto, a febre amarela em cães certamente não será o diagnóstico, essa doença não acomete essa espécie. 

Algum animal tem febre amarela?

Os macacos podem ter febre amarela. No entanto, é importante deixar claro que assim como as pessoas, esses animais apenas adoecem, ou seja, não transmitem. Muitas vezes, em áreas com grande circulação do vírus, é comum que alguns animais venham a óbito devido a essa doença. 

Por isso, se a pessoa encontrar um ou mais macacos mortos, é importante que ela avise o Serviço de Controle de Zoonoses do município. Os profissionais irão fazer a coleta e os exames necessários para saber se o macaco morreu de febre amarela.

Caso seja positivo, a equipe de saúde já vai saber que há o vírus circulante na região. Assim, poderá tomar as medidas necessárias para controlar a doença e proteger os humanos. 

Como a febre amarela é transmitida? 

A doença, que é causada por um vírus, não é transmitida de uma pessoa para outra, nem de um macaco doente para uma pessoa. A transmissão depende da presença de um mosquito infectado. Isso significa que para a pessoa ficar doente, ela precisa ser picada por um mosquito que tenha o vírus causador da febre amarela em seu organismo. 

O inseto transmissor varia de acordo com a região. Na chamada “febre amarela silvestre”, a transmissão é feita pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes. Já na febre amarela urbana, a transmissão se dá pelo Aedes aegypti

A doença é a mesma, e o vírus, também. A única diferença entre a febre amarela urbana e silvestre é o transmissor, mas, nos dois casos, não ocorre a febre amarela nos cães, somente em primatas. 

febre-amarela-em-caes

Quais são os sintomas da febre amarela? 

Até o presente momento, estudos não comprovaram febre amarela nos cães, os sintomas de febre nesses animais não têm nenhuma relação com os sinais clínicos da doença quando ela acomete os humanos. Assim, uma pessoa com febre amarela pode apresentar manifestações como, por exemplo:

  • dor de cabeça intensa;
  • náuseas e vômitos;
  • calafrios;
  • dores no corpo em geral;
  • dores nas costas;
  • fadiga e fraqueza.

Na maioria dos casos, a pessoa acometida melhora. Entretanto, há também o risco de piora. Quando isso acontece, a pessoa com febre amarela pode apresentar, por exemplo:

  • hemorragia, em especial do trato gastrointestinal;
  • febre alta;
  • icterícia (pele o olho amarelados);
  • choque;
  • insuficiência de múltiplos órgãos.

Como evitar a febre amarela em pessoas?

A melhor prevenção é a vacinação. A vacina que protege os humanos da febre amarela pode ser encontrada no posto de vacinação, está disponível durante o ano todo é gratuita. Basta tomar apenas uma dose para ficar imunizado por toda a vida.

Agora que você já sabe que não há febre amarela em cães, deve estar curioso para saber qual a temperatura normal de um cachorro e outras informações sobre a febre nesses pets, não é?

Caso note algum desses sinais clínicos leve imediatamente seu animal para uma consulta veterinária:

  • Somente usando termômetro saberemos se animal está com febre, focinho quente não é parâmetro para diagnóstico de febre;
  • A temperatura de cachorro e de outros animaizinhos é mais elevada que a dos humanos, temperatura até 39,3 º C é normal para cães e gatos;
  • Se seu cão está mais apático, pode ser sinal que algo não está bem;
  • Animal pode ficar com a respiração mais ofegante, isso para ajudar na perda do calor;
  • Pode aumentar a ingestão de água, também para ajudar na perda do calor;
  • Tremores podem ter relação também em casos de cachorro com febre;
  • Sonolência também pode acontecer.

febre-amarela-em-caes

Então veja sete informações importantes sobre a temperatura desses animais e descubra como saber se o cachorro está com febre